quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Hercules





Título em Português: Hércules
Realizador: Brett Ratner
Argumento: Ryan Condal
Atores: Dwayne Johnson
Ian McShane
John Hurt
Rufus Sewell
Ingrid Bolsø Berdal
Duração: 98 minutos.
Ano: 2014
Género: Ação/Aventura



Sinopse: Após ter terminado (ou quase) os 12 trabalhos, Hércules tem uma nova missão: defender o rei da Trácia de um temível invasor.

Hercules é um semideus. Mortal por parte de mãe e deus por parte de pai, o filho de Zeus tem uma missão: completar os 12 trabalhos. 

Depois de ter concluído com louvor a sua missão, Hercules regressa a casa e é acolhido calorosamente. À sua espera estão a mulher e os filhos mas algo terrível acontece. Sem saber o que aconteceu, Hercules acorda e vê toda a sua família morta. É expulso da cidade e a culpa persegue-o. 

Ao longo do tempo usa a sua força para ganhar dinheiro e junto com amigos que vai encontrando pelo caminho, a sua fama cresce cada vez mais. É graças a essa fama que a filha do rei da trácia vem pedir-lhe auxílio. Um terrível invasor quer invadir as terras do pai e só o herói de serviço poderá impedir que isso aconteça. 

Gostei: Bons efeitos especiais.

Não gostei: Dwayne Johnson é um rapaz divertido e tenta aliar os músculos que tem de sobra com um sentido de humor típico dele. Nem sempre resulta e neste filme era completamente escusado. Ficamos na dúvida se este filme é de comédia ou de acção. Quando finalmente decidem que este filme não é suposto ser cómico já é tarde demais.



Pontuação: 6.5 /10

sábado, 27 de dezembro de 2014

Lawless




Título em Português: Dos homens sem lei
Realizador: John Hillcoat
Argumento: Nick Cave
Atores: Shia LaBeouf
Tom Hardy
Jason Clarke
Guy Pearce
Jessica Chastain
Mia Wasikowska
Duração: 116 minutos.
Ano: 2012
Género: Crime/Drama



Sinopse: Durante a lei seca, o contrabando de bebidas alcoólicas era feito de forma discreta. No estado da Virginia, os irmãos Bondurant eram reis e senhores até que o novo delegado chega e quer uma parte no lucro.

Forrest Bondurant (Tom Hardy) é o líder do grupo. Consta que é invencível porque sobreviveu a uma doença que matou os pais e por isso é temido e respeitado por todos. Howard Bondurant (Jason Clarke) é o irmão que faz tudo o que lhe pedem. Não dá nas vistas mas quando é preciso entrar em acção, ele está presente. Jack Bondurant (Shia LaBeouf) é o mais novo dos três e pensa de forma diferente. Lutar não é com ele e a sua ambição é chegar mais longe. 

A vida corria bem aos Bondurant até á chegada do novo delegado (Guy Pearce). Este quer uma parte nos lucros do contrabando mas os três irmãos não concordam e é assim que a guerra começa.

Gostei: Tom Hardy é a estrela do filme sem duvida. Não fala muito mas tem presença.

Guy Pearce é feio como o diabo e por isso faz sempre bem de mau da fita. Como ele consegue ser incrivelmente irritante!

Não gostei: Não é propriamente um “não gosto” mas o Shia LaBeouf é sem duvida o elo mais fraco do filme.
Mia Wasikowska é tão sem graça...


Pontuação: 7.5/10

sábado, 20 de dezembro de 2014

300: Rise of an Empire




Título em Português: 300: O Início de Um Império
Realizador: Noam Murro
Argumento: Zack Snyder
Atores: Sullivan Stapleton
Eva Green
Lena Headey
Rodrigo Santoro
Duração: 102 minutos.
Ano: 2014
Género: Ação/Fantasia



Sinopse: O general Grego Themistokles tenta unir toda a Grécia contra as forças invasoras Persas lideradas por Xerxes e Artemisia.

Quando Themistokles chega a Esparta já é tarde demais. O rei Leonidas já tinha partido com o seu exército e a sua única opção é apelar ao bom senso da rainha Gorgo. Se toda a Grécia estivesse unida, seria mais fácil derrotar o império persa mas o pedido é rejeitado.

O filme começa com uma premissa estranha: é uma prequela e uma sequela ao mesmo tempo, ou seja, mostra o antes, o durante e o depois da queda espartana.

Eu tinha praticamente jurado que não veria este filme. 300 foi um bom filme e fazer uma sequela de um bom trabalho nunca é uma boa ideia. Ainda assim, embutida pelas imagens que vi no trailer decidi dar um voto de confiança e arrisquei. Infelizmente (ou não) as criticas não foram infundadas. É óbvio que o filme não tem o mesmo fascínio do anterior, não tem o rei Leonidas e o novo herói do filme não tem o carisma do seu antecessor. Volta Leonidas, estás perdoado!

Não se pode dizer que o filme seja completamente mau. Tem grandes cenas de acção, tem todo o aspecto visual que lembra o anterior e a Eva Green é uma vilã completamente fascinante. O problema é que é impossível não compará-lo ao 300. É impossível não procurar um Leonidas que não existe e o único pensamento que nos vem à cabeça é: eu podia ter passado bem sem ver isto.


Pontuação: 6.5/10

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Angels & Demons




Título em Português: Anjos e Demónios
Realizador: Ron Howard
Argumento: David Koepp
Atores: Tom Hanks
Ewan McGregor
Ayelet Zurer
Stellan Skarsgård
Duração: 138 minutos.
Ano: 2009
Género: Mistério



Sinopse: O simbologista Robert Langdon é chamado mais uma vez a resolver um crime. Desta vez, a açao desenrola-se no vaticano e Langdon vai tentar salvar a vida de quatro cardeais que foram raptados pelos illuminatti. Pelo caminho, ainda tentará impedir que uma bomba seja detonada antes que isso provoque a destruição do vaticano.

Quando o padre e físico Silvano Bentivoglio é assassinato em pleno acto das suas funções, a cientista Vittoria Vetra entra em pânico. A polícia é chamada e além de encontrar o corpo do homem no chão, dão-se conta que um protótipo de antimatéria desapareceu. Quem terá sido o criminoso? Somente Robert Langdon com os seus vastos conhecimentos será capaz de encontrar a solução.

Como nestas coisas da religião nada é como realmente parece, os segredos que o vaticano esconde podem tornar-se um pesadelo se vierem a público. Dito isto, o filme procura mostrar de forma “soft” o que se passa nos bastidores e como o jogo de interesses é feito para preservar a igreja católica.


Gostei: gostei do filme no geral e em especial do Ewan McGregor.

Não gostei: Um padre que sabe pilotar um helicóptero? A sério???
O filme é o segundo que pertence a uma trilogia. É certo que tem mais ação que o primeiro mas peca pela falta de mistérios e enigmas que o anterior teve.


Pontuação: 6.5/10

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

The Dark Knight Rises




Título em Português: O Cavaleiro das Trevas Renasce
Realizador: Christopher Nolan
Argumento: Christopher Nolan e Jonathan Nolan
Atores: Christian Bale
Gary Oldman
Tom Hardy
Joseph Gordon-Levitt
Anne Hathaway
Marion Cotillard
Morgan Freeman
Michael Caine
Duração: 165 minutos.
Ano: 2012
Género: Ação



Sinopse: Gotham City é uma cidade calma após a morte de Harvey Dent. Apesar do Batman ter ficado com a culpa de tudo o que aconteceu, Bruce Wayne terá de vestir o fato do Batman, porque um novo inimigo surgiu e promete provocar a destruição total.

8 anos passaram-se desde que Bruce Wayne perdeu a namorada. Mas não foi só isso que ele perdeu. Com ela, também se foi a esperança de uma vida diferente onde ele não precisasse mais de usar uma máscara. Mas agora não há tempo a perder. Um novo e poderoso inimigo surgiu e o Batman precisa combatê-lo.

Bane é um membro da liga das sombras e está em Gotham para cumprir o desejo de Ra's Al Ghul. O caos, a destruição e a morte são o desejo do seu falecido mentor e graças a um exercito e gente influente, Bane tem o seu caminho facilitado. Não é por acaso que Selina (a catwoman do filme) irá dar uma mãozinha ao vilão da história. É que a bela mascarada tem um caracter duvidoso e não vai hesitar em entregar o Batman de bandeja, se isso for garantia que salvará a sua pele.

Gostei: das interpretações de todos os atores em especial do Christian Bale e do Tom Hardy.

Não gostei: do excesso de duração do filme?

Pontuação: 8.5/10

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

The Da Vinci Code




Título em Português: O Código Da Vinci
Realizador: Ron Howard
Argumento: Akiva Goldsman
Atores: Tom Hanks 
Audrey Tautou 
Paul Bettany
Jean Reno
Duração: 149 minutos.
Ano: 2006
Género: Mistério



Sinopse: Robert Langdon está na França para uma sessão de autógrafos que visa promover o seu mais recente livro. De repente, a policia entra e pede-lhe que vá ter com ele ao Louvre onde um crime terrivel aconteceu. Mas o que tem o escritor a ver com o assunto? É que antes de morrer, a vitima escreveu o nome do escritor no chão e só ele poderá descobrir quem foi o assassino.

Robert Langdon é um escritor famoso, especialista em simbologia. Para ele, decifrar enigmas é uma tarefa diária mas desta vez o seu nome aparece no local do crime. Quando Jacques Saunière foi assassinado, deixou várias pistas que indicam quem poderá ser o criminoso mas isso não é tudo! Por detrás do assassinato, outros mistérios estão por desvendar que poderão abalar fortemente os alicerces da religião católica.

Sophie, a neta do homem assassinado, chega ao local e não parece surpreendida com o que aconteceu. Ela sabe que o seu avô estava envolvido com pessoas misteriosas mas é importante saber a verdade e só Langdon poderá ajudá-la. 

O filme é inspirado no livro homónimo escrito por Dan Brown.

Gostei: Do desempenho dos atores.

Não gostei: do pouco desenvolvimento que deram ao Silas.


Pontuação: 7.5/10

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Locke




Título em Português: Locke
Realizador: Steven Knight
Argumento: Steven Knight
Atores: Tom Hardy
Duração: 85 minutos.
Ano: 2013
Género: Drama


Sinopse: Ivan Locke é um engenheiro da construção civil encarregado da maior obra dos últimos anos. Se na sua profissão é altamente competente, na vida pessoal as coisas estão prestes a ruir. É que o caso de uma noite com uma secretária poderá fazer com que a sua vida tao regrada mude radicalmente.

Ok, confesso que nunca vi um filme como estes. O filme é passado quase totalmente num único local e se isso por um lado é mau, por outro podemos prestar atenção com calma ao desempenho do actor principal (como se tivéssemos outra escolha).

Não posso dizer que é bom mas também não foi completamente mau…


Pontuação: 6.5/10

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Le Moine





Título em Português: O Monge
Realizador: Dominik Moll
Argumento: Dominik Moll
Atores: Vincent Cassel
Déborah François
Joséphine Japy
Duração: 101 minutos.
Ano: 2011
Género: Drama/Mistério 


Sinopse: Ambrósio é um bebé deixado às portas do convento dos capuchinhos. Como tal, é criado por monges e quando atinge a maioridade decide fazer os votos e tornar-se um deles.

Ambrósio é conhecido por atrair multidões dado o vigor e paixão com o qual diz a sua oratória. Pode-se dizer até que tem um certo orgulho em ser diferente dos demais, porque não se entrega aos prazeres da carne. Quando uma freira é desmascarada devido a uma gravidez indesejada, Ambrósio é o primeiro em criticá-la e entrega-a ao castigo da madre superiora. Toda esta decência é posta à prova quando os muros do convento são violados pela força do mal e o virtuoso monge é posto à prova. 

Gostei: Do filme no geral. 

Não Gostei: O filme é uma adaptação de um livro gótico e faltam-lhe algumas cenas que são fundamentais no livro mas enfim, não se pode ter tudo…

Pontuação: 7/10

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Side Effects




Título em Português: Efeitos Secundários
Realizador: Steven Soderbergh
Argumento: Scott Z. Burns
Atores: Rooney Mara
Channing Tatum
Jude Law
Catherine Zeta-Jones
Duração: 106 minutos.
Ano: 2013
Género: Crime/Drama


Sinopse: Emily (Rooney Mara) é uma mulher com depressão. Agora que mudou de cidade, tem de procurar um medico para receitar-lhe novos medicamentos já que os antigos não estão a resultar. O Dr. Jonathan Banks (Jude Law), decide prescrever-lhe uma nova droga mesmo ao saber dos efeitos que ela provoca.

Emily tem vários problemas. Apesar da boa vida que leva, não consegue ser feliz. O marido faz os possíveis para ajudá-la mas os problemas do passado teimam em atormentá-la. Após muita insistência, a jovem faz com que o seu médico passe-lhe um novo remédio sem saber que um dos efeitos secundários pode até provocar a morte. 

Gostei: Do Jude Law e um pouco menos da Rooney Mara.

Não gostei: Da falta de acção. Dos momentos excessivamente parados.


Pontuação:6.5 /10

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Warrior




Título em Português: Warrior – Combate entre irmãos
Realizador: Gavin O'Connor
Argumento: Gavin O'Connor
Atores: Joel Edgerton
Tom Hardy
Nick Nolte
Jennifer Morrison
Frank Grillo
Duração: 140 minutos.
Ano: 2011
Género: Drama/Desporto



Sinopse: Tommy (Tom Hardy) regressa do Iraque e como não tem dinheiro nem emprego, decide voltar ao que fazia antes: lutar MMA. O seu irmão Brendan (Joel Edgerton) é um professor e está em apuros porque não tem dinheiro para pagar a casa. Ambos têm um objectivo bem claro: conseguir chegar à final e levar o prémio para casa.

Tommy regressa do Iraque mas o passado continua a atormentá-lo. Não consegue esquecer a morte do amigo e tenta cumprir a promessa que faz à viúva: dar todo o dinheiro que conseguir a ela e aos seus filhos.

Brendan também tem a vida virada ao contrário porque está atolado em dividas. Apesar dele e a esposa terem 3 trabalhos, não conseguem amortizar as dividas que se avolumaram devido à doença da filha.

Tanto Tommy quanto Brendan têm motivos justos para vencer mas acima de tudo precisam ultrapassar o facto de o pai tê-los feito a vida negra devido aos problemas com o álcool. No fim das contas, trata-se de uma história de superação. 


Gostei: Joel Edgerton e o Tom Hardy tiveram um bom desempenho. 

Não gostei: do filme ser excessivamente longo. Do titulo do filme em português resumir numa frase toda a historia. 

Pontuação: 7.5/10

sábado, 15 de novembro de 2014

Hitchcock




Título em Português: Hitchcock
Realizador: Sacha Gervasi
Argumento: John J. McLaughlin
Atores: Anthony Hopkins
Helen Mirren
Scarlett Johansson
Duração: 98 minutos.
Ano: 2012
Género: Biografia/Drama



Sinopse: O filme conta a historia dos bastidores do famoso filme “Psicho”.

Alfred Hitchcock (Anthony Hopkins) é um realizador muito peculiar. É conhecido pelas suas excentricidades e não podemos esquecer a sua preferências por loiras. 

Quando Janet Leigh (Scarlett Johansson) é a escolhida para ser a actriz principal de Psicho, a tarefa de agradar ao realizador não é fácil. 

Alma, mulher de Hitchcock, está sempre ao lado do marido, aturando as suas esquisitices mas não abdica de ter vida própria e fazer também o que gosta.


Gostei: Da interpretação de Anthony Hopkins.

Não gostei: Do tom morno do filme. 


Pontuação: 6/10

sábado, 8 de novembro de 2014

Out of the Furnace





Título em Português: Para além das cinzas
Realizador: Scott Cooper
Argumento: Brad Ingelsby, Scott Cooper
Atores: Christian Bale
Woody Harrelson
Casey Affleck
Zoe Saldana
Willem Dafoe
Forest Whitaker
Duração: 116 longos e sofridos minutos.
Ano: 2013
Género: Crime/Drama 


Sinopse: Russell Baze (Christian Bale) trabalha numa fábrica tal como o seu pai um dia trabalhou. Rodney (Casey Affleck), o seu irmão, é um militar que já viajou várias vezes para o Iraque. Se o primeiro está satisfeito com a vida que tem, o segundo tem muitas razões de queixa: não tem trabalho e sente-se injustiçado pela falta de reconhecimento que o país dá aos seus militares. Quando Rodney desaparece, Russell tenta descobrir o seu paradeiro.

Russell tem uma namorada, uma casa, um pai doente e um irmão. Pode-se dizer que é um homem de família. Trabalha há anos na mesma fábrica e está habituado a sua rotina diária. Pouco ou nada muda naquela pequena cidade. 

Quando Rodney chega de mais uma missão, não sabe o que fazer da sua vida. Trabalhar no mesmo local onde o seu irmão está, parece-lhe pouco e por isso procura alternativas. A grande oportunidade parece chegar, quando decide andar aos socos por dinheiro. Seria a forma de despejar toda a raiva que sente e ainda ganhar algum, não fosse o facto de estar a meter-se com gente muito perigosa.


Gostei: do Christian Bale apesar desta não ter sido a sua melhor interpretação. 

Não gostei: O filme tem um bom elenco mas tem muitas falhas que o fazem tornar-se lento e entediante. Não é bom sinal quando vemos um filme que só nos apetece carregar no botão de “fast forward” para que ele acabe o mais depressa possível. O mais estranho é que nas cenas onde deveria ter mais desenvolvimento, as coisas passam depressa demais. 


Pontuação: 6.5/10

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

I, Frankenstein




Título em Português: Eu, Frankenstein
Realizador: Stuart Beattie
Argumento: Stuart Beattie
Atores: Aaron Eckhart
Yvonne Strahovski
Miranda Otto
Duração: 92 minutos.
Ano: 2014
Género: Ação/Fantasia


Sinopse: A criatura que um dia Frankenstein teve a coragem de produzir num laboratório ganhou vida e matou o seu criador mas o que acontece depois? A “criatura” neste filme tem nome – aleluia! – e chama-se Adão. Os anos passam-se e agora, em pleno seculo XXI, Adão é disputado pelo bem e pelo mal. Afinal o que podemos esperar de um corpo sem alma? Qual será o caminho a seguir?

Stuart Beattie, realizador e argumentista deste filme lembrou-se de dar uma virada estratégica ao velho conto sobre o monstro e o criador. Para manter a chama acesa, decide juntar uns pozinhos (que é como quem diz, muitos efeitos especiais) e adiciona gárgulas e demónios à história. Agora o moço chama-se Adão, não sabe o que está a fazer na Terra mas sabe que todos o querem! Os anjos querem protegê-lo do mal porque apesar de não ter sido criado por Deus, até pode ter alguma utilidade e os demónios querem possui-lo (e quem não ia querer possuir o Aaron Eckhart?) para fazer umas quantas cópias iguais a ele. E no meio disto tudo onde fica Adão? Vejam o filme (ou não).

Gostei: do Aaron Eckhart.

Não gostei: 
-Misturar Frankenstein com anjos e demónios é uma combinação estranha e perfeitamente desnecessária. 
-Os efeitos especiais tornaram-se cansativos e previsíveis. 
-Era um filme com potencial para muito mais mas perdeu-se muito tempo com efeitos especiais e pouco tempo com o desenvolvimento da personagem principal.


Pontuação: 6.5 /10

sábado, 1 de novembro de 2014

Street Kings




Título em Português: Os Reis da Rua
Realizador: David Ayer
Argumento: James Ellroy, Kurt Wimmer
Atores: Keanu Reeves
Forest Whitaker
Hugh Laurie
Chris Evans
Duração: 109 minutos.
Ano: 2008
Género: Ação/Crime



Sinopse: Tom Ludlow (Keanu Reeves) é um detective com problemas. Ainda a sofrer com a morte da mulher, agora tem de lutar para provar a sua inocência ao ser implicado na morte de um colega. O que ele não sabe é que para defender-se, muitos segredos serão desvendados e a sua vida nunca mais será a mesma.

Quando Ludlow perde a sua mulher em circunstâncias trágicas, a vida parece perder o sentido. Os problemas com o álcool começam e o relacionamento com os colegas não é dos melhores. Graças ao chefe da polícia, o agente permanece em serviço porque consegue fazer o seu papel mesmo que para isso haja da forma menos correta. Mas o que fazer quando os amigos viram-se contra nós e quem achamos que seria a nosso favor afinal está contra?

Infelizmente não posso contar muito mais sobre o desenrolar da história porque estaria contando logo uma boa parte do filme. 

Gostei: O filme tem muita violência é certo. Provavelmente é o filme com o Keanu Reeves mais violento que já vi mas acho que é justificada conforme a história desenrola-se. Gostei da interpretação dos actores no geral mas tive pena de alguns não terem brilhado mais porque o papel era curto.

Não gostei: Não gostei da falta de emoção de algumas personagens.


Pontuação:7 /10

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Top 5: As minhas séries preferidas

Ora aqui estamos para mais um top. Desta vez o top escolhido é sobre as séries da minha vida (até agora claro). 

Dexter (2006-2013)
*****

Dexter tem sede de vingança e para juntar o útil ao agradável, mata todos os criminosos que escapam à justiça. Assim, limpa o mundo de forma eficaz com esperança de nunca ser apanhado. Gostei de todas as temporadas.
(5/5)



Justified (2010-2015)
*****

Raylan Givens é um xerife que usa todos os meios ao dispor para combater os criminosos mesmo que para isso tenha de usar métodos pouco convencionais. Grande Timothy Olyphant! 
(5/5) 



La Femme Nikita (1997-2001)
****

Nikita é apanhada nas ruas e transformada em serial killer. Apaixona-se pelo racional e frio Michael e o relacionamento entre os dois vive altos e baixos. Foi pena terem estragado tudo na última temporada.
(4.5/5)



Ghost Whisperer (Entre Vidas na sic ou Em contacto no Fox Life) (2005-2010)

Melinda Gordon é uma mulher com a capacidade de falar com os mortos. A sua missão é transmitir as mensagens que os ente-queridos pretendem passar aos que cá ficam. A serie perdeu o fôlego nas 2 ultimas temporadas.
(4/5)



3rd Rock from the Sun (3º Calhau a Contar do Sol) (1996-2001)

 Um grupo de et’s chegam á Terra e usam corpos de humanos para camuflarem-se entre nós. Era uma serie divertida com o grande John Lithgow.
(4/5)


sábado, 18 de outubro de 2014

Deliver us from Evil




Título em Português: Livrai-nos do mal
Realizador: Scott Derrickson
Argumento: Scott Derrickson e Paul Harris Boardman
Atores: Eric Bana
Édgar Ramírez
Olivia Munn
Duração: 118 minutos.
Ano: 2014
Género: Terror



Sinopse: Ralph Sarchie (Eric Bana) é um polícia do Bronx que vê a sua vida mudar completamente quando dá de caras com um caso que desafia todas as suas crenças.

Ralph Sarchie junto com o seu colega, fazem a patrulha das ruas de Nova Iorque. Numa certa noite, dão de caras com um caso complicado: uma mulher acaba de atirar o filho para o local onde se encontram os leões no parque. Se à primeira vista, isto poderia ser considerado um simples caso de loucura, logo as coisas mudam de figura quando o padre Mendoza aparece. É que ele acredita que a mulher está possuída pelo demónio e isto é apenas o começo de um mal que se está a espalhar vertiginosamente.

Tenho lido críticas terríveis a este filme mas mesmo assim decidi dar-lhe uma oportunidade para ver se conseguia contrariar as criticas mais ferozes. Realmente o único “pecado” do filme é o género onde supostamente está enquadrado. Apesar do filme ser classificado como de terror, a verdade é que raros foram os momentos assustadores. Não é que o filme seja mau mas seria mais coerente se ele pertencesse ao género de acção.


Gostei: Ver o Eric Bana é sempre bom. Gostei das interpretações no geral. 

Não gostei: Da falta de momentos realmente aterrorizantes.


Pontuação: 6.5/10

sábado, 11 de outubro de 2014

Séries da minha vida: Dexter


Dexter (2006-2013)


Quando esta série surgiu, a sinopse era bastante simples: um assassino que mata outros assassinos quando a justiça não funciona e deixa-os sair impunes. 

Para quem se pergunta: “como é que alguém pode gostar de um serial killer???” a resposta está na ponta da língua: então há como não gostar de um homem que lida bem com crianças, é bom marido (vá, se não levarmos em conta as vezes em que ele desaparecia sem dar sinal de vida), bom irmão e ainda salva o mundo dos maus?

Dexter Morgan, um analista forense, com todos os meios ao seu dispor, acaba fazendo justiça com as próprias mãos. E como ele consegue sair leve, livre e solto? Fácil! Ele apaga todas as provas antes que a polícia chegue ao local do crime (quando chega). Normalmente o seu método de actuação é injectar um tranquilizante na “vítima”, levá-la para um local coberto de plástico do chão ao tecto (nada de deixar impressões digitais!) e cortá-la aos bocadinhos. Finalmente, o corpo será jogado em alto mar.

Durante as 8 temporadas desta série pudemos ver o evoluir de um psicopata. No começo, Dexter fingia a suas emoções de modo a esconder o trauma vivido quando era criança. Ele casa, tem um filho e a sua relação com a irmã não podia ser melhor. Mas conforme as temporadas mudam, esta personagem também sofre grandes alterações. Dexter passa a “sentir”. Sentir medo de perder quem ama (sim, ele acaba por gostar das pessoas de verdade), sentir medo de ser apanhado pelo que faz, e principalmente o medo de desiludir os que lhe são queridos.

Muitos diziam que a série perdeu o folego e a originalidade a partir da 4ª temporada mas não concordo. É certo que a 6ª e 7ª temporadas poderiam ser melhores, mas o que me deixou realmente incomodada foi o final. Esperava-se algo mais impactante de um serial killer que aprendemos a gostar e não aquele finalzinho murcho.


De qualquer forma, Dexter será sempre uma das minhas séries preferidas de todos os tempos. Parabéns Michael C. Hall!

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Maleficent




Título em Português: Maléfica
Realizador: Robert Stromberg
Argumento: Linda Woolverton, Charles Perrault
Atores: Angelina Jolie
Elle Fanning
Sharlto Copley
Duração: 97 minutos.
Ano: 2014
Género: Aventura


Sinopse: Maleficent é uma fada que tem como amigo, um humano chamado Stefan. Stefan é um rapaz pobre mas ambicioso e fará de tudo para mudar de vida. Os anos passam e agora Maleficent é uma bela fada, com as maiores asas de todas! Stefan, continua pobre mas tem uma oportunidade única para deixar de vez a vida de miséria.

Este filme conta a versão da bruxa má do conto de fadas da Bela Adormecida. Alguém já se perguntou porque o mau ou má da fita são assim? Será que as pessoas são naturalmente más ou algo acontece para que elas hajam assim? Porque será que uma malvada lança um feitiço tao terrível numa jovem inocente?


Gostei: É interessante ver o outro lado da história e surpreendentemente gostei! Gostei dos efeitos especiais, gostei do desenrolar da história e da evolução de algumas personagens. 

Não gostei: Da falta de desenvolvimento da personagem do Stefan.


Pontuação: 7/10

sábado, 13 de setembro de 2014

Transcendence




Título em Português: Transcendence: A Nova Inteligência
Realizador: Wally Pfister
Argumento: Jack Paglen
Atores: Johnny Depp
Rebecca Hall
Paul Bettany
Cillian Murphy
Morgan Freeman
Duração: 119 minutos.
Ano: 2014
Género: Ficção Cientifica


Sinopse: Will Caster (Johnny Depp) é um cientista que pretende criar um computador com sensibilidade e inteligência para tomar as suas próprias decisões. Muita gente acha que esta "aberração" poderá decidir o fim da humanidade e fará o possível para que Caster não consiga concretizar o seu objectivo.

Caster idealizou um mundo onde a tecnologia estaria disposta a ajudar os humanos para que o planeta e todos os que nele habitam, vivam em perfeita harmonia. Neste novo mundo, não haveriam doenças (porque todas seriam facilmente tratáveis), não haveria poluição, guerras ou pessoas a morrer de fome. Porém, um grupo extremista não partilha desta visão perfeita de um novo mundo e acreditam que uma máquina com uma super inteligência seria o fim da humanidade. Afinal, para que serviriam os humanos?

Caster é baleado e apesar de não ter morte instantânea, o veneno presente nas balas que o atingiram revela-se fatal. Em pouco tempo, o cientista morrerá e a sua mulher terá pouco tempo para conseguir que as memórias do marido fiquem gravadas para sempre num computador com inteligência artificial.

Gostei: Os efeitos especiais.

Não gostei: A história torna-se confusa a determinada altura. Falta-lhe emoção.


Pontuação: 6.5 /10

sábado, 16 de agosto de 2014

Dead Poets Society




Título em Português: O Clube dos poetas mortos
Realizador: Peter Weir
Argumento: Tom Schulman
Atores: Robin Williams
Robert Sean Leonard
Ethan Hawke
Duração: 128 minutos.
Ano: 1989
Género: Drama


Sinopse: John Keating (Robin Williams) é um professor de inglês que usa métodos pouco comuns para ensinar. Ele faz do lema “carpe diem”, uma forma de vida. 

Quando o professor Keating entra na sala a assobiar, logo percebe-se que este será diferente de todos os professores. Os seus métodos de ensino diferem dos restantes porque tenta fazer com que as suas aulas sejam enérgicas e úteis para o dia-a-dia. É graças a ele que os alunos alcançam os seus objectivos como nunca pensaram ser possível. 


Gostei: Do Robin Williams e de alguns alunos.

Não gostei: Do excesso de duração do filme, da lentidão de algumas cenas e de como o realizador rodopiava a câmara de vez em quando.


Pontuação: 7.5/10

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Robin Williams (1951-2014)

Imagem tirada do site http://static.atlantablackstar.com/


O conhecido ator norte-americano Robin Williams morreu dia 11 de Agosto por suicídio.
Ficam as grandes obras do fantástico ator para todos nós recordarmos.
R.I.P

Mais detalhes aqui: Robin Williams

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Phone Booth




Título em Português: Cabine Telefónica
Realizador: Joel Schumacher
Argumento: Larry Cohen
Atores: Colin Farrell
Kiefer Sutherland
Forest Whitaker
Duração: 81 minutos.
Ano: 2002
Género: Thriller

Sinopse: O que fazer quando vai na rua e um telefone de uma cabine começa a tocar? Atende ou não? Stu Shepard (Colin Farrell) apesar de ser um homem muito ocupado, não resiste à curiosidade e atende o telefone. Do outro lado está um assassino que irá disparar se ele se atrever a desligar. O problema é que uma cabine pública ainda costuma ser bastante usada e Stu não poderá explicar o que sucederá se ele perder a ligação.

O filme passa-se quase na totalidade dentro de uma cabine telefónica mas quem acha que isso poderá parecer monótono desengane-se. Colin Farrell tem um desempenho excelente e demonstra muito bem as suas emoções ao longo do filme. 

À medida que o filme se desenvolve, podemos perceber cada vez mais sobre a personalidade da personagem principal. Stu é um agente publicitário, habituado a mentir a toda a gente inclusive à sua esposa. É nesta mesma cabine telefónica que ele marca os encontros com outra mulher. Ironia do destino, ou talvez não, é neste pequeno cubículo que o homem terá de expiar as suas culpas e se tudo correr bem até poderá ser compensado. Ou talvez não…

Gostei: Da interpretação do Colin Farrell

Não gostei: do final.


Pontuação: 7.5/10

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Labor Day




Título em Português: Um segredo do passado
Realizador: Jason Reitman
Argumento: Jason Reitman
Atores: Kate Winslet
Josh Brolin
Gattlin Griffith
Duração: 111 minutos.
Ano: 2013
Género: Drama

Sinopse: Após o divórcio, Adele (Kate Winslet) tornou-se uma mulher destroçada e deprimida. Vive com o filho Henry (Gattlin Griffith) que apesar de ser um adolescente, transforma-se no homem da casa. Um belo dia, quando mãe e filho vão às compras são abordados por um homem estranho que está ferido e pede boleia. A recusa é a opção mais certa mas o estranho consegue ser muito persuasivo e não lhes resta outra opção senão levá-lo para casa. 

Quando Frank (Josh Brolin) entra na vida desta família tudo muda. Logo nos primeiros minutos percebemos que o desconhecido é um homem perigoso e acaba de escapar da prisão. Para Adele e Henry a vida não podia estar pior. Como se já não bastasse o sofrimento diário, agora abrigam um fugitivo que poderá ser capaz de tudo. Porém, à medida que o filme se desenrola, deparámo-nos com várias contradições: o criminoso não é assim tão mau como seria de esperar e até traz uma lufada de ar fresco nesta casa, oferece-se para fazer algumas reparações e até ensina uma nova receita a Adele. Conforme o passar dos dias, Frank passa a ter cada vez mais importância neste lar destroçado mas um medo é constante: a qualquer momento, a polícia pode bater à porta! 

Gostei: Do desenrolar das personagens

Não gostei: da falta de acção. 


Pontuação: 7.5/10

sábado, 12 de julho de 2014

Robocop (2014)


Título em Português: Robocop
Realizador: José Padilha
Argumento: Joshua Zetumer, Edward Neumeier,
Atores: Joel Kinnaman
Gary Oldman
Michael Keaton
Samuel L. Jackson
Duração: 117 minutos.
Ano: 2014
Género: Acção/Aventura

Sinopse: Alex Murphy é um bom polícia, honesto e com vontade de cumprir o seu dever mas o preço a pagar quando se mete na frente de grupo criminoso pode ser alto demais. Murphy é atraído para uma armadilha mesmo à porta de casa e quando o carro explode pouco sobra do agente. A solução é aproveitar o que sobra dele e graças às novas tecnologias (afinal estamos no ano 2028), transforma-lo num robot altamente eficiente e com vontade de apanhar os criminosos.

Confesso que sempre fui fã do Robocop e por isso a minha opinião é totalmente parcial ahaha.

É inevitável comparar este Robocop de 2014 com aquele dos anos 80. Sinceramente gostei mais deste. É mais destemido e graças aos fantásticos efeitos especiais, também é muito mais rápido. Isso foi sempre uma coisa que me chateava. Àquela velocidade de antigamente, seria muito difícil apanhar qualquer bandido! Atualmente este Robocop veio trazer-nos aquilo que sempre desejamos: rapidez e eficácia. 
Não se pode dizer que existem grandes demonstrações emocionais com este Robocop (também com o anterior não havia). Afinal de contas, a parte técnica tende a sobrepor-se ao lado sentimental e este homem-robot precisa ser o mais racional possível.

Gostei: De tudo.

Não gostei: do Samuel L. Jackson. Fez tanta falta ali como uma gota no meio do oceano.


Pontuação: 8/10

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Gravity




Título em Português: Gravidade
Realizador: Alfonso Cuarón
Argumento: Alfonso Cuarón
Atores: Sandra Bullock
George Clooney
Duração: 91 minutos.
Ano: 2013
Género: Ficção cientifica

Sinopse: A Dr.ª Ryan Stone (Sandra Bullock) e o astronauta Matt Kowalski (George Clooney) são enviados numa missão para reparar um satélite. Quando menos esperam, são surpreendidos por uma explosão que os faz andar perdidos no espaço. Matt faz os possíveis para salvar a colega mas ambos estão numa luta para salvarem as próprias vidas.

Foi com muita relutância que decidi ver este filme. Não sou fã deste género nem tenho nenhuma simpatia em especial pelos actores principais mas depois de tanto burburinho, lá fiz a vontade à minha curiosidade. É inegável a qualidade dos efeitos especiais e só. Será que isso é motivo suficiente para nos obrigar a ver a Sandra Bullock às voltas como um frango num churrasco? Não, na minha simples opinião. Não é que o filme seja mau mas é facilmente "esquecível". 

Gostei: Dos efeitos especiais.

Não gostei: da falta de profundidade das personagens.


Pontuação: 6.5/10

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Primal Fear




Título em Português: A raiz do medo
Realizador: Gregory Hoblit
Argumento: Steve Shagan
Atores: Richard Gere
Edward Norton
Laura Linney
Duração: 129 minutos.
Ano: 1996
Género: Crime/Drama

Sinopse: Martin Vail (Richard Gere) é um bom advogado. Competente, profissional, do tipo que ganha todas as causas. O seu trabalho consiste em defender os seus clientes sejam eles culpados ou não. O que interessa é ganhar. Ao ver nas notícias que Aaron (Edward Norton), um pobre rapaz que canta no coro da igreja, está a ser acusado de um crime hediondo, apercebe-se que esta poderá ser a sua oportunidade de fazer o bem de forma desinteressada. Esta tarefa não é fácil e a procurador e ex-namorada de Martin, Janet (Laura Linney) fará de tudo para ganhar a causa e colocar o rapaz na cadeia.

Gostei: Edward Norton tem um desempenho brilhante neste filme. A sua personagem é bastante convincente.
A “canção do mar” cantada pela Dulce Pontes está presente em muitas cenas para minha grande surpresa.

Não gostei: A relação entre Martin e Janet podia dar pano para mangas mas pelos vistos acharam que isso era dispensável…


Pontuação: 8/10

sexta-feira, 30 de maio de 2014

The Prestige




Título em Português: O Terceiro Passo
Realizador: Christopher Nolan
Argumento: Jonathan Nolan, Christopher Nolan
Atores: Hugh Jackman
Christian Bale
Michael Caine
Scarlett Johansson
Duração: 130 minutos.
Ano: 2006
Género: Drama/Mistério

Sinopse: Robert Angier (Hugh Jackman) e Alfred Borden (Christian Bale) são assistentes de um mágico. Julia, a mulher de Robert, também faz do número que consiste em algemá-la e prendê-la dentro de uma caixa com água. Algum corre mal e Julia não consegue sair a tempo. Após várias tentativas, a jovem acaba mesmo por morrer e Robert culpa Alfred pelo acontecido. Os dois que outrora eram amigos tornam-se inimigos mortais.
Os anos passam e Robert torna-se um grande mágico. Alfred também tenta a mesma carreira mas não tem o mesmo sucesso porque não sabe como cativar o público. Um belo dia tudo muda e Alfred consegue fazer um número espectacular que Robert simplesmente não consegue descobrir como é feito. Então, contrata Olivia (Scarlett Johansson) para descobrir qual é o segredo.

Hugh Jackman e Christian Bale são sem dúvida grandes atores e as estrelas do filme. Apesar disso, esta história que Christopher Nolan escreve e realiza, peca pelo excesso de momentos mortos bem como um certo cansaço no arrastar do jogo de gato e rato entre as personagens principais.

Gostei: dos atores principais.

Não gostei: da duração do filme.

Pontuação: 7/10

quarta-feira, 21 de maio de 2014

3:10 to Yuma




Título em Português: O Comboio das 3 e 10
Realizador: James Mangold
Argumento: Halsted Welles e Michael Brandt
Atores: Russell Crowe
Christian Bale
Ben Foster
Duração: 122 minutos.
Ano: 2007
Género: Aventura 

Sinopse: Ben Wade (Russell Crowe) é um bandido da pior espécie, procurado em vários estados americanos. Dan Evans (Christian Bale) é um fazendeiro atolado em dívidas devido à seca. O destino dos dois homens cruza-se quando Wade é finalmente capturado mas o seu bando fará de tudo para que ele não entre no comboio das 3:10 para Yuma, onde ele será julgado pelos crimes que cometeu. Só alguém muito valente poderá encarregar-se dessa missão e Evans é a pessoa certa. Afinal o que terá ele para perder se mal consegue sustentar a família?

Este é um filme de cowboys. Estilo adorado por uns, odiado por outros. Não tenho nada contra, desde que a historia seja interessante. E verdade seja dita, este filme tem vários elementos que prendem a atenção do espectador: um Russell Crowe que é mau da fita mas nem tanto, um Christian Bale cheio de princípios mas com segredos e… o Ben Foster que causa um estardalhaço quando aparece em cena.

Gostei: do Christian Bale, do Russell Crowe e do Ben Foster

Não gostei: do final


Pontuação: 8.5/10

quarta-feira, 14 de maio de 2014

My latest obsession: Dexter


Lutei durante anos contra isto. Afinal que piada pode ter uma serie sobre um serial killer?
Parece que descobri...
 

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Celda 211



Título em Português: Cela 211
Realizador: Daniel Monzón
Argumento: Daniel Monzón
Atores: Luis Tosar
Alberto Ammann
Marta Etura
Duração: 113 minutos.
Ano: 2009
Género: Ação/Drama

Sinopse: Juan é um guarda prisional que decide ir conhecer o novo local de trabalho um dia antes de começar no serviço.
Malamadre é um assassino terrível que organiza uma revolta no estabelecimento para que os presos tenham melhores condições. O destino destes dois homens cruza-se quando Juan fica ferido e no meio da confusão, os colegas acham que é boa ideia metê-lo numa cela (a 211) enquanto as coisas não acalmam. Quando as coisas ficam fora de controlo, Juan só terá uma opção: fingir que é um dos presos para conseguir sobreviver.

Confesso que não costumo ver filmes de atores desconhecidos. Por isso foi com alguma relutância que escolhi ver este filme espanhol (que nem é do Almodôvar nem nada). 

Alberto Ammann (Juan) é a grande estrela do filme seguido de Luis Tosar(Malamadre). Se nos primeiros segundos poderíamos pensar que Juan seria um coitado que estaria metido em maus lençóis, logo podemos perceber como o jovem guarda prisional consegue fingir muito bem e enganar o “chefe” dos presos. Os dois criam um laço muito forte e Juan precisa mostrar que é um deles, mesmo que para isso tenham de fazer coisas que jamais pensou ser capaz. Malamadre cai facilmente na história do rapaz e os dois acabam tornando-se grandes amigos. Mas…nem toda a gente cai nesta conversa e o segredo de Juan pode vir à tona a qualquer momento. 

Gostei: das interpretações de Alberto Ammann e Luis Tosar.

Não gostei: do final.


Pontuação: 8/10

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Sympathy for Delicious




Título em Português: Um toque de fé
Realizador: Mark Ruffalo
Argumento: Christopher Thornton
Atores: Christopher Thornton
Mark Ruffalo
Juliette Lewis
Orlando Bloom
Duração: 96 minutos.
Ano: 2010
Género: Drama

Sinopse: Dean é um homem que perdeu tudo, inclusive a capacidade de andar após um acidente. Agora vive nas ruas e dorme dentro do carro. A vida das ruas não é fácil: existem roubos, dramas e todo o tipo de problemas que se possa imaginar. Devido à sua condição física, Dean que antigamente era um reputado dj chamado Delicious, não consegue arranjar trabalho e sobrevive graças à ajuda do padre Joe. Um belo dia, ao perceber que um mendigo está a sentir-se mal, chega perto dele e por coincidência o homem fica curado. Será isso possível? Pensa Dean. É que se ele realmente possuir o dom de curar, também poderá fazer o mesmo consigo e todos os seus problemas acabarão!

A busca por um milagre é normal para quem tem alguma doença cujos médicos não conseguem achar uma cura. Neste filme vemos o sofrimento de Dean ao tentar encontrar alguém que o livre da dor que é estar numa cadeira de rodas. O sofrimento só aumenta quando ele percebe que o seu dom funciona com toda a gente excepto com ele próprio... Como seria possível este golpe do destino?
O que farias se estivesses nesta situação?

Gostei: Da interpretação de Christopher Thornton e do Mark Ruffalo.

Não gostei: O filme é interessante até misturarem a banda com tudo o resto. Era completamente dispensável.

Juliette Lewis é aquela actriz que consegue estragar tudo sempre que abre a boca. Sinceramente não consigo gostar dela.


Pontuação: 7/10

sexta-feira, 11 de abril de 2014

The Tourist



Título em Português: O Turista
Realizador: Florian Henckel von Donnersmarck
Argumento: Florian Henckel von Donnersmarck
Atores: Johnny Depp
Angelina Jolie
Rufus Sewell
Paul Bettany
Duração: 103 minutos.
Ano: 2010
Género: Ação/Romance/

Sinopse: 

Frank é um turista americano que viaja pela italia de comboio. Durante a sua viagem, dá de caras com Elise, uma bela e misteriosa mulher que poderá para sempre mudar a sua vida.

Quando Frank conhece Elise, não imagina as aventuras que o aguardam. É que a bela desconhecida está a ser procurada pela polícia a fim de denunciar onde se encontra o seu amante que desviou uma quantia avultada roubada à mafia russa. Elise, a mando de Alexander, terá de arranjar alguém que fará passar-se por ele para despistar tanto a polícia como a mafia. Como estas coisas do amor são altamente imprevisíveis, Elise dá-se conta que afinal está apaixonada por Frank e fará de tudo para proteger o seu novo amor. Mas e Alexander? Será que o “amor-bandido” ficará para trás ou o passado sempre arranja forma de tornar-se bem presente?

Gostei: O que mais gostei foi do guarda-roupa da Angelina Jolie.

Não gostei: Faltou um maior empenho dos atores nas suas personagens. Achei tanto o Depp como a Jolie um bocadinho…murchos.


Pontuação: 6.5/10

domingo, 23 de março de 2014

Oldboy (2013)




Título em Português: Oldboy: Velho Amigo
Realizador: Spike Lee
Argumento: Mark Protosevich
Atores: Josh Brolin
Elizabeth Olsen
Samuel L. Jackson
Duração: 104 minutos.
Ano: 2013
Género: Acção/Drama 

Sinopse: Um homem bebe e acorda num quarto de hotel. Não se lembra do que aconteceu na noite anterior mas percebe que já está na hora de ir para casa. Existe apenas um problema: ele está trancado e assim irá ficar por muito tempo.

Para mim, Josh Brolin é aquele actor que já vi a cara não sei aonde mas nunca consegui associar o nome à pessoa. Graças a este filme (para o bem e para o mal), isso não voltará a acontecer. Segundo as críticas ferozes, Brolin é um ator inconstante, ou seja, tanto pode ter interpretações fantásticas, como no projeto seguinte levarmos a pensar: de onde é que tiraram este gajo? Como este filme ficamos na dúvida: algumas cenas (principalmente as do quarto) são fantásticas mas depois lá vem uma cena de pancadaria completamente surreal…

Este filme é um remake de um filme asiático. Se não gostam de remakes podem parar de ler aqui mesmo. Eu não tenho esse problema porque…posso contar pelos dedos quantos filmes asiáticos já vi e este definitivamente não é um deles.

Vamos á história! Joe (Josh Brolin) desde o começo torna-se uma pessoa que vamos detestar: mete-se com a mulher de um cliente e nem sequer liga ao aniversário da filha de 3 anos porque segundo ele, uma criança nessa idade não vai dar pela falta do pai. Ah! E ele bebe, faz escândalos na rua e tem uma vasta lista de inimigos graças á sua incrivelmente irritante personalidade. 

Um belo dia, com uns copitos a mais, aceita sair com uma desconhecida. Na cena seguinte ele acorda completamente nu, naquilo que ele acredita ser um quarto de hotel. Ao perceber que o quarto não tem saída possível, o pânico instala-se e ele percebe que caiu numa armadilha. Por quem? Ele terá 20 anos para pensar no assunto!

Os anos passam e ele apercebe-se de como foi terrível, principalmente para com a filha e promete que quando sair vai tentar recuperar o tempo perdido e vingar-se de quem lhe fez mal. Mas nestas coisas de vingança/justiça nem tudo é como parece…


Pontuação: 6/10

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Her


Título em Português: Uma História de Amor
Realizador: Spike Jonze
Argumento: Spike Jonze
Atores: Joaquin Phoenix
Scarlett Johansson (voz)
Rooney Mara
Duração: 126 minutos.
Ano: 2013
Género: Drama/Romance/ Ficção Cientifica


Sinopse: Theodore (Joaquin Phoenix) é um homem solitário que vê no seu novo sistema operativo de computador, uma forma de ter o que há muito tempo procura. Após fazer as configurações necessárias, Theodore decide escolher Samantha, um sistema operativo com voz sexy (há gostos para tudo) que rapidamente tornar-se-á indispensável.
À medida que Samantha toma conta da sua vida, Theodore descobre que já não consegue viver mais sem ela. Tudo é feito por ela e para ela. Samantha tenta encaixar-se na vida do seu patrão, desejando por vezes ser humana para poder “sentir” o que as pessoas sentem, mas será que a distância entre homem e máquina poderá ser ultrapassada?

Quem gosta do Joaquim Phoenix como eu, certamente ficou contente ao saber que ele estava de volta e em grande.
Este filme passa-se num futuro (próximo?) onde as pessoas interagem com os computadores de forma simples e eficaz, independentemente de onde estiverem. Não é incomum ver uma pessoa falar para o “nada”, sendo que este “nada” é um pequeno aparelho de bolso onde se pode fazer de tudo. Quando digo tudo, é mesmo tudo! Com um sistema operativo topo de gama, podes ter a cama feita, o pequeno-almoço pronto a horas e aquela cartinha que queres fazer para a tua namorada e não tens jeito nenhum para isso, pode ser encomendada e entregue no teu computador (ou no dela, claro). Ok, no futuro as pessoas vão ser muito preguiçosas!

Gostei: Da interpretação do Joaquin Phoenix.

Não gostei: O guarda-roupa para este filme não poderia ser mais estranho. No futuro as pessoas vão ser muito mal vestidas. 
O bigode era completamente dispensável.



Pontuação: 7.5/10

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Completamente off topic

Mudei de novo o template do blog. Continuo sem achar "o" template ideal mas por enquanto fico com este. O pior foi ter perdido os links dos blogs que costumava visitar. Ainda consegui meter alguns mas faltam muitos. Se alguma alminha generosa quiser dar um "oi" e mostrar que também vê este pequenino blog, avise!

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

2ª Edição: 1 Tema, 3 Coordenadas, 1 Posição: as minhas escolhas.

O Jorge Teixeira do Caminho Largo convidou-me para mais um desafio. Desta vez a 2ª Edição: 1 Tema, 3 Coordenadas, 1 Posição consiste em escolher 3 filmes sob o tema "coragem", bem como um realizador que mereça estar nesta lista. As minhas escolhas foram estas.

Schindler's List (1993)
Confesso que só vi o Schindler's List (1993) ou A Lista de Schindler, muito recentemente e por isso foi logo uma das primeiras opções que decidi colocar nas minhas escolhas. Poderá haver ato mais corajoso do que estar no meio de nazis e ajudar os judeus a escapar?

V for Vendetta (2005)
V for Vendetta (2005) ou V de Vingança. Poderá parecer contraditório escolher este filme visto que o ator principal está o tempo todo com a cara tapada mas o filme não é só sobre ele. O filme fala sobre a coragem que V faz surgir em Evey (usando métodos pouco ortodoxos) para que ela consiga finalmente libertar-se.

Les Misérables (2012) 
Les Misérables (2012) ou Os Miseráveis. A luta de Jean Valjean pela liberdade, a coragem para fugir do terrível Javert e pelo meio a revolução francesa.

Quanto ao realizador, Stanley Kubrick teve a coragem de fazer um “De olhos bem fechados” muito polémico, “Full Metal Jacket - Nascido Para Matar” violento e o que dizer do “Shining”?

Espero que tenham gostado das minhas escolhas, eu diverti-me imenso e agradeço ao Jorge Teixeira pelo convite.