terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

The Master




Título em Português: The Master – O Mentor
Realizador: Paul Thomas Anderson
Argumento: Paul Thomas Anderson
Atores: Joaquin Phoenix
Philip Seymour Hoffman
Amy Adams
Duração: 144 minutos.
Ano: 2012
Género: Drama

Sinopse: Após o fim da guerra, Freddie Quell (Joaquin Phoenix) regressa a casa mas não sabe o que fazer. Todos os trabalhos que ele experimenta não dão certo devido á sua inadaptabilidade. Um belo dia, acorda num barco “comandado” por Lancaster Dodd (Philip Seymour Hoffman), um homem tão estranho quanto curioso que fará os possíveis para que Freddie junte-se á sua “Causa”. 

O que dizer da personagem de Joaquin Phoenix? Que ele é um homem perturbado? É. Que ele é violento? Também. Que ele é um tarado sexual? Pode-se dizer que sim. Mas aonde é que isso nos leva durante duas horas? Quem espera uma interpretação brilhante do nosso Phoenix não ficará decepcionado mas um guião incompleto não faz milagres por melhor que seja o actor. Seria de esperar um desenvolvimento mais profundo da personagem. Tudo o que podemos saber é que Freddie tem um historial de doença mental na família (a mãe está internada num hospício) e talvez isso ajude a explicar a sua incapacidade para agir como uma pessoa normal. Mas o que é que Dodd poderá fazer por esta alma perdida? Segundo ele, tudo está explicado na teoria de que ninguém é o que é pelos problemas desta vida, mas sim de um conjunto de experiencias de vidas passadas. Então a sua “causa” resume-se em curar as doenças (até mesmo algumas formas de leucemia) através de regressão. Problema resolvido! Mas será que Dodd terá capacidade suficiente para levar Freddie ao “seu” caminho? 

Gostei: Dizer que Phoenix é brilhante já toda a gente sabe e este filme só vem a comprovar isso. 

Não gostei: Do desenrolar da história principalmente na última meia hora…
Da falta de um rumo para a personagem principal. 

Pontuação: 7/10

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Quantum of Solace




Título em Português: 007 – Quantum of Solace
Realizador: Marc Forster
Argumento: Paul Haggis, Neal Purvis
Atores: Daniel Craig
Olga Kurylenko
Judi Dench
Duração: 106 minutos.
Ano: 2008
Género: Acção/Aventura 

Sinopse: No segundo filme em que Daniel Craig interpreta o famoso James Bond, temos o herói tentando decifrar os negócios sombrios de Dominic Greene (Mathieu Amalric) que disfarçado de ambientalista, tem planos obscuros na Bolívia. Quando Bond conhece Camille (Olga Kurylenko), tudo muda e ela será um dos meios para que ele alcance os seus objectivos. 

Gostei: Dos momentos de acção.
A Olga Kurylenko esteve muito bem como mulher misteriosa. 

Não gostei: Poderia ter havido mais romance… 

Pontuação: 7.5/10

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Les Miserables


Título em Português: Os Miseráveis
Realizador: Tom Hooper
Argumento: William Nicholson, Alain Boublil
Atores: Hugh Jackman
Russell Crowe
Anne Hathaway
Amanda Seyfried
Duração: 158 minutos.
Ano: 2012
Género: Musical/Drama


Sinopse: Jean Valjean (Hugh Jackman) é um homem que rouba um pão para a irmã necessitada. Por conta disso acaba sendo preso e passa muitos anos na prisão. Quando finalmente consegue a liberdade, passa a ser perseguido pelo inspector Javert (Russell Crowe) que fará de tudo para que ele volte á cadeia. Tudo muda quando Valjean é ajudado por um padre e com o passar do tempo passa a ser dono de uma fábrica e um homem respeitado na cidade. Nessa fabrica trabalha Fantine (Anne Hathaway) que após terem descoberto que é mãe solteira, é expulsa do trabalho e passa a mendigar. Logo, a sua vida vai de mal a pior e a prostituição é um único caminho para poder sustentar a filha que mora longe. Quando Valjean descobre o sucedido, fará os possíveis para ajudar a pobre mulher mas o que para ela poderá ser tarde demais, para a sua filha Cosette poderá ser a salvação.  

Gostei: 
Apesar do filme ser demorado, não deixa de ser cativante.
Gostei da interpretação Hugh Jackman que é sem dúvida a estrela do filme.


Não gostei: 
Não gostei do excesso de personagens.
Não gostei definitivamente das interpretações da Helena Bonham Carter e do Sacha Baron Cohen que pareciam tirados de um filme do Tim Burton.


Pontuação: 7/10

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

The next three days



Título em Português: 72 Horas
Realizador: Paul Haggis
Argumento: Paul Haggis
Atores: Russell Crowe
Elizabeth Banks
Duração: 132 minutos.
Ano: 2010
Género: Crime/Drama

Sinopse:
John Brennan (Russell Crowe) é um marido que procura libertar a mulher Lara (Elizabeth Banks) da cadeia, pois acredita que ela está inocente do crime de que é acusada. Após três anos interpondo recursos, a mulher será finalmente enviada para uma prisão de alta segurança e o marido terá apenas 72 horas para fazer a fuga perfeita. 

Gostei: 
Gostei do filme no geral. A luta do marido para libertar a mulher é muito comovedora e no fim, já nem ligamos se ela era inocente ou não. Quem não gostaria de ter um marido daqueles? 

Não gostei: 
Não gostei de alguns momentos da mulher, principalmente a tentativa de suicídio no automóvel. 

Pontuação: 7.5/10

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Resident Evil: Retribution



Título em Português: Resident Evil: Retaliação
Realizador: Paul W.S. Anderson
Argumento: Paul W.S. Anderson
Atores: Milla Jovovich
Sienna Guillory
Michelle Rodriguez
Oded Fehr
Duração: 96 minutos.
Ano: 2012
Género: Acção/Ficção cientifica 

Sinopse: Alice acorda em casa com a sua filha Becky e o marido Todd. Tudo parece perfeito até que os malditos zombies voltam a atacar e quando tudo está prestes a terminar… Alice acorda, novamente presa nos confins da organização umbrella. Novamente terá de lutar contra tudo e todos para conseguir escapar, mas desta vez terá ao seu lado Ada Wong que fará os possíveis para que ela volte á superfície. 

Gostei: Quem já conhece o meu blog sabe que eu gosto da saga Resident Evil. Não, eu nunca joguei o jogo mas acho graça ao ver uma heroína capaz de se safar sem a ajuda dos matulões do costume (se bem que eles dão um ar da sua graça de qualquer forma). 

Não gostei: O filme tornou-se previsível. Era óbvio demais que a cena inicial não passava de um sonho da Alice. Ah ha! Desta vez não me apanharam desprevenida!
Diz-se por aí que o argumento era confuso. Concordo. Deixou muitas pontas soltas e a falta de originalidade não compensou os bons efeitos especiais a que Paul W.S. Anderson já nos habituou. 
Não sei se haverá mais algum Resident Evil mas cheira-me que a saga já deu tudo o que tinha a dar a não ser que alguém escreva algum argumento muito original.

Pontuação: 6.5/10

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

1 Tema, 3 Coordenadas, 1 Posição - Amizade.

Ó pra mim toda contente por alguém que gosta do cinema, ter reparado neste meu petit blog! 

Os meninos do Caminho Largo convidaram-me para participar numa iniciativa chamada 1 Tema, 3 Coordenadas, 1 Posição - Amizade. 

A iniciativa consiste em escolher três filmes baseados no tema da amizade e um realizador que tenha feito trabalhos que reflictam bem este tema. As minhas escolhas foram estas.

Obrigada meninos! Venham mais iniciativas destas.

sábado, 2 de fevereiro de 2013

Angel



Título em Português: Angel – Encanto e Sedução
Realizador: François Ozon
Argumento: François Ozon
Atores: Romola Garai
Sam Neill
Michael Fassbender
Lucy Russell
Duração: 134 minutos.
Ano: 2007
Género: Drama/Romance

Sinopse:
Angel Deverell (Romola Garai) é uma jovem pobre que sonha ser uma grande escritora. Na escola não se adapta ás regras exigidas e recusa-se terminantemente a viver a vida de pobre que a mãe, uma comerciante local, vive. Graças á sua imaginação e uma boa dose de autoconfiança, Angel mete mãos á obra e decide escrever um livro que certamente será um êxito. Apesar da tenra idade da jovem, o livro acaba sendo um sucesso e Angel vê-se chegar finalmente onde queria: na alta sociedade! Mas a sua felicidade não está completa sem um grande amor e o “alvo a abater” é Esmé (Michael Fassbender), um pintor fracassado que nas suas mãos poderá tornar-se o maior de sempre (ou assim a sua mente acredita). O problema é que o mundo de fantasia criado por Angel acaba ruindo quando a guerra chega e o seu amado é enviado para combate. 

Gostei: 
Gostei das interpretações do filme no geral. Romola Garai que para mim era uma perfeita desconhecida, desempenhou bem o seu papel apesar da falta de simpatia que alguém pode ter por aquela personagem. 

Gostei do Michael Fassbender no filme. Esteve muito bem apesar do papel reduzido. 

Não gostei:
Não gostei da personagem da Angel. Por mais que tentemos é impossível gostar de alguém que não nutre a menor simpatia por quem quer que seja e usa todas as pessoas ao seu redor para satisfazer a sua mente fervilhante mas bem distante do mundo real. 

Pontuação: 7/10