sexta-feira, 22 de maio de 2015

Cake




Título em Português: Cake: Um sopro de vida
Realizador: Daniel Barnz
Argumento: Patrick Tobin 
Atores: Jennifer Aniston
Adriana Barraza
Anna Kendrick
Sam Worthington
Duração: 102 minutos.
Ano: 2014
Género: Drama
Classificação: M/14



Sinopse: Claire é uma mulher que sofre. A conselho da sua médica, concordou em participar num grupo de ajuda aos doentes com dor cronica. Quando uma doente do grupo suicida-se, Claire procura saber mais sobre o que aconteceu.

Só vi este filme porque estava nomeado aos oscares e fiquei decepcionada com a história. A personagem principal tem pouco ou nenhum desenvolvimento e quando finalmente percebemos o motivo das suas limitações, temos pouco ou nenhum interesse pela personagem.

Jennifer Aniston é conhecida por ser uma actriz de comédia e talvez por isso não consegui levá-la a sério. Como mulher sofredora deixou muito a desejar e só pudemos ver uma rezingona que nunca diz ao que vem. O relacionamento com o viúvo da “colega” é demasiado vago e o filme começa do nada e parte para lugar nenhum.

Gostei: Da falta de maquilhagem? 

Não gostei: Demoramos muito tempo para saber o que aconteceu à personagem principal e porque está naquele estado. 


Pontuação: 6/10

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Lucy




Título em Português: Lucy
Realizador: Luc Besson
Argumento: Luc Besson
Atores: Scarlett Johansson, 
Morgan Freeman,
Duração: 89 minutos.
Ano: 2014
Género: Ação/Ficção Cientifica 
Classificação: M/14



Sinopse: Lucy conhece um homem numa festa, namora com ele por uma semana e um belo dia ele encarrega-lhe de cumprir uma missão: entregar uma mala ao senhor Jang num hotel. Sem saber o conteúdo da mala, Lucy aceita cumprir essa missão com relutância mas tudo corre mal e ela é presa.

Scarlett Johansson não é das minhas actrizes preferidas mas também não é das piores. Consegue sempre cumprir o seu papel de forma satisfatória e isso para mim é suficiente. Com esta Lucy, a atriz não tem muito a fazer visto o filme basear-se fundamentalmente em efeitos especiais.

Quando Lucy entra no hotel é presa imediatamente. Mr. Jang é um mafioso que usa as pessoas para traficar droga e a jovem será uma dessas “mulas”. Devido a uma serie de acontecimentos, a droga acaba por rebentar dentro do corpo dela e uma coisa estranha acontece: o seu cérebro começa a ganhar cada vez mais capacidades e super-poderes. Agora que tem conhecimentos inestimáveis, Lucy irá correr contra o tempo de forma a poder encontrar quem lhe fez mal. 

Gostei: A ideia geral do filme é interessante.

Não gostei: do final.


Pontuação: 7/10

sexta-feira, 15 de maio de 2015

The Entity




Título em Português: O Ente Misterioso
Realizador: Sidney J. Furie
Argumento: Frank De Felitta
Atores: Barbara Hershey
Ron Silver
David Labiosa
Duração: 125 minutos.
Ano: 1982
Género: Terror/Drama



Sinopse: Uma mãe solteira com 3 filhos começa a sofrer uma serie de abusos sexuais por parte de um espirito invisível. 

Carla Moran é uma mãe solteira com 3 filhos para criar. O actual namorado viaja muito e ela começa a ver-se aflita e desamparada quando é atacada por um ser invisível. No princípio ninguém acredita nela e é aconselhada a procurar um psiquiatra. O seu passado infeliz pode ser a explicação mais plausível para estes ataques mas o que pensar quando o filho mais velho também passa a ser atacado?

Os médicos tentam descobrir o que está a acontecer e o resultado é simples: histeria. Não contente com o diagnostico, Carla decide procurar ajuda noutros lados e quando um grupo de parapsicólogos entra em acção, o seu maior receio vem a confirmar-se: existe mesmo algo paranormal a acontecer e alguém terá de por fim àquele sofrimento.

Gostei: Barbara Hershey desempenha bem o seu papel. 

Não gostei: Não sei até que ponto este “não gostei” fará sentido, porque é preciso ter em conta o ano em que este filme foi feito mas o espirito do filme era muito... eléctrico ahaha 


Pontuação:6.5 /10

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Wild




Título em Português: Livre
Realizador: Jean-Marc Vallée
Argumento: Nick Hornby, Cheryl Strayed
Atores: Reese Witherspoon
Laura Dern
Thomas Sadoski
Duração: 115 minutos.
Ano: 2014
Género: Biografia



Sinopse: Cheryl é uma mulher que parte em viagem pela trilha Pacific Crest. A sua viagem trata-se de exorcizar os fantasmas do passado e, com sorte, descobrir o que fazer da sua vida no futuro.

Cheryl é uma mulher que está de luto pela morte da mãe. A sua forma de fazer o luto foi diferente da maioria. Como era uma menina da mamã, bem-educada e muito “certinha”, fica desnorteada quando a progenitora morre. A boa menina torna-se numa mulher rebelde, viciada em sexo e drogas que acabam por destruir o seu casamento. 

Agora decide que é altura para mudar de vida e percorrer uma trilha pelo meio do deserto, sozinha, parece ser uma boa solução (o que as drogas fazem a uma pessoa!).

Reese Witherspoon faz um bom trabalho sem duvida mas o problema é que o filme começa do nada e parte para o nenhures. Esperava que houvesse um momento revelador onde a personagem principal tivesse um final feliz (ou não) mas temos de nos contentar com a actriz a contar em voz-off o que aconteceu no fim.

Gostei: Não sou propriamente fã da Reese Witherspoon mas gostei do trabalho dela neste filme.

Não gostei: Uma mulher sozinha no meio de deserto, cruza-se com vários homens pelo caminho e nenhum deles tenta nada com ela? Demasiado irrealista.

É um filme morno onde se esperava grandes cenas mas pelos vistos, fica para a próxima.


Pontuação: 6.5/10