domingo, 29 de março de 2015

Escape Plan




Título em Português: Plano de Fuga
Realizador: Mikael Håfström
Argumento: Miles Chapman
Atores: Sylvester Stallone
Arnold Schwarzenegger
Jim Caviezel
Duração: 115 minutos.
Ano: 2013
Género: Acção
Classificação: M/16



Sinopse: Ray Breslin (Sylvester Stallone) é pago para fugir da prisão. Até agora os resultados são 100% garantidos mas uma nova missão está a caminho. Desta vez, o preço é maior e o risco também. 

Para que conste: eu gosto de filmes de acção e não me importo nadinha em confessá-lo. Ainda assim, não sou propriamente fã do Stallone e muito menos do Schwarzenegger mas tive um bom motivo para ver este filme: Jim Caviezel. E não me enganei nadinha! Jim Caviezel é mau e terrivelmente sexy. Se bem se lembram, no Conde de Monte Cristo ele estava preso e era torturado pelo chefe da prisão. Neste filme, os papeis revertem-se e é ele o torturador (vá, ele não tortura mas manda, o que vai dar ao mesmo). Filho, faz mais filmes como bad boy que a mulherada gosta!

Mas vamos à historia…
Ray Breslin é um homem pago para fugir das prisões em que se mete. Ao que parece, ele recebe vários milhões para estar preso e quando consegue fugir, recebe mais dinheiro para entrar noutra prisão. 

Apos uma fuga bem-sucedida, Breslin é aliciado com uma nova proposta: 5 milhões em troca de fugir da cadeia mais segura do mundo. Se isto parecia tarefa fácil no começo, logo o fugitivo percebe que as coisas não são bem assim. Desta vez terá Hobbes (Jim Caviezel) que fará os possíveis para que ele não consiga escapar e não adianta de nada dizer que ele não é um preso igual aos outros.


Gostei: Jim Caviezel.

Não gostei: O Arnold Schwarzenegger


Pontuação: 7/10