sábado, 20 de dezembro de 2014

300: Rise of an Empire




Título em Português: 300: O Início de Um Império
Realizador: Noam Murro
Argumento: Zack Snyder
Atores: Sullivan Stapleton
Eva Green
Lena Headey
Rodrigo Santoro
Duração: 102 minutos.
Ano: 2014
Género: Ação/Fantasia



Sinopse: O general Grego Themistokles tenta unir toda a Grécia contra as forças invasoras Persas lideradas por Xerxes e Artemisia.

Quando Themistokles chega a Esparta já é tarde demais. O rei Leonidas já tinha partido com o seu exército e a sua única opção é apelar ao bom senso da rainha Gorgo. Se toda a Grécia estivesse unida, seria mais fácil derrotar o império persa mas o pedido é rejeitado.

O filme começa com uma premissa estranha: é uma prequela e uma sequela ao mesmo tempo, ou seja, mostra o antes, o durante e o depois da queda espartana.

Eu tinha praticamente jurado que não veria este filme. 300 foi um bom filme e fazer uma sequela de um bom trabalho nunca é uma boa ideia. Ainda assim, embutida pelas imagens que vi no trailer decidi dar um voto de confiança e arrisquei. Infelizmente (ou não) as criticas não foram infundadas. É óbvio que o filme não tem o mesmo fascínio do anterior, não tem o rei Leonidas e o novo herói do filme não tem o carisma do seu antecessor. Volta Leonidas, estás perdoado!

Não se pode dizer que o filme seja completamente mau. Tem grandes cenas de acção, tem todo o aspecto visual que lembra o anterior e a Eva Green é uma vilã completamente fascinante. O problema é que é impossível não compará-lo ao 300. É impossível não procurar um Leonidas que não existe e o único pensamento que nos vem à cabeça é: eu podia ter passado bem sem ver isto.


Pontuação: 6.5/10

Sem comentários:

Enviar um comentário