domingo, 28 de junho de 2015

Insidious: Chapter 2




Título em Português: Insidious: Capítulo 2
Realizador: James Wan
Argumento: Leigh Whannell
Atores: Patrick Wilson
Rose Byrne
Ty Simpkins
Duração: 106 minutos.
Ano: 2013
Género: Terror
Classificação: M/16



Sinopse: A família Lambert continua a ter problemas com o além. Se no filme anterior, o filho mais velho tinha problemas, agora é a vez do pai lutar contra os fantasmas do passado.

O primeiro Insidious teve um sucesso surpreendente e os produtores acharam boa ideia fazer uma segunda parte do filme. Como é sabido, as sequelas não têm mais o elemento surpresa e por isso podem falhar redondamente o seu objectivo. Ou então não. Este segundo filme teve mais sucesso que o anterior por um simples motivo: deixou a porta aberta para explicar o porquê de tudo o que estava a acontecer. Pois bem, temos a explicação mas a surpresa foi-se e com ela, todo o suspense do filme anterior. 

Não quero contar a história toda mas resume-se a isto: Josh está possuído e agora ninguém na família está a salvo. Basicamente passamos de um filme de terror para um filme de psicopata.

Gostei: do Patrick Wilson

Não gostei: esta parte 2 era perfeitamente dispensável.


Pontuação: 6/10

terça-feira, 23 de junho de 2015

Insidious




Título em Português: Insidious - Insidioso
Realizador: James Wan
Argumento: Leigh Whannell
Atores: Patrick Wilson
Rose Byrne
Ty Simpkins
Duração: 103 minutos.
Ano: 2010
Género: Drama/Terror
Classificação: Maiores de 16



Sinopse: Uma família muda-se para a nova casa. A mulher, o marido e os dois filhos tentam refazer a vida num sítio novo já que o pai precisa afastar-se do stress da cidade. Quando o filho fica em estado de coma e os médicos não conseguem encontrar explicação para tal, o desespero leva-os a encarar uma nova realidade.

Josh (Patrick Wilson) é um homem prático. Não acredita em nada do paranormal e a busca para um ambiente calmo e sem stress é a sua meta actual. Tudo corria bem até ao filho ter caído quando brincava no sótão. O que aparentemente seria uma queda inofensiva, acaba por revelar-se uma fonte de problemas quando a criança simplesmente não acorda no dia seguinte. Depois de muitos exames feitos, os médicos não conseguem descobrir qual é o problema e os pais decidem levar a criança para casa.

Coisas estranhas começam a acontecer. Apesar do filho mais velho passar meses em coma, o irmão mais novo garante que o vê a andar pela casa durante a noite. Barulhos e vultos aparecem por todos os lados e a mãe da criança resolve procurar uma ajuda fora do convencional: uma médium que poderá ser a única solução para este problema. 

Gostei: O filme até é interessante e para o género em que ele se enquadra, consegue fazer bem a sua função. Não dei nenhum pulinho mas o clima tenso esteve presente.

Não gostei: os fantasminhas poderiam ter sido mais visíveis (a ironia…).


Pontuação: 7/10

sexta-feira, 12 de junho de 2015

The Lazarus Effect




Título em Português: O Efeito Lazarus
Realizador: David Gelb
Argumento: Luke Dawson, Jeremy Slater
Atores: Olivia Wilde
Mark Duplass
Sarah Bolger
Evan Peters
Duração: 83 minutos.
Ano: 2015
Género: Terror
Classificação: M/16



Sinopse: Um grupo de pesquisadores consegue um feito incrível: ressuscitar pessoas clinicamente mortas através de um soro ao qual chamaram Lazarus. Se este acto corajoso pode trazer muita controvérsia, também será uma grande dor de cabeça quando perceberem que o ressuscitado voltou…diferente.

Lázaro é uma personagem bíblica. Segundo conta a historia, ele foi ressuscitado por jesus após ter sido dado por morto durante 4 dias. Descansem que esta personagem e o filme só têm o nome em comum!

Frank e a sua noiva tentam fazer o bem pela humanidade com uma proposta simples: prolongar a vida de um doente através de um soro de forma a ganhar tempo até que se encontre a cura para o problema. Como nestas coisas existe sempre uma cobaia, eles decidiram experimentar a droga num cão abandonado. Na primeira tentativa nada acontece mas conforme o líquido precioso é injectado no animal, os efeitos começam a surgir. Subitamente o cão acorda mas o seu comportamento é estranho: recusa-se a comer e fica cada vez mais agressivo. Ainda assim, os cientistas decidem continuar com os seus testes e a desgraça acontece: Zoe (Olivia Wilde) sofre uma descarga eléctrica e morre. Em desespero, o namorado injecta-lhe o soro e a confusão começa!

Gostei: Ao contrário de muito boa gente, eu gostei do filme. Tive um sustinho ou outro e o melhor é que este não é mais um filme de zombies (apesar da historia indicar que sim) como vemos tantos por aí. Não diria que é propriamente de terror mas la que tem muitos momentos de suspense, tem.

Não gostei: Nada em especial.

Pontuação: 7/10


terça-feira, 9 de junho de 2015

Séries da minha vida: Justified






Foi graças ao Hitman que passei a ter interesse nesta série. Explico: Hitman foi a primeira vez que vi Timothy Olyphant. Gostei logo dele e como tornou-se a minha mais recente obsessão, tive que ir atrás dos filmes que ele já tinha feito e por qualquer motivo tinham-me passado ao lado. Por isso, foi com agrado que recebi a notícia que ele ia ser o actor principal de uma nova serie chamada Justified.



Justified conta a história do homem da lei Raylan Givens (Timothy Olyphant) que após um tiroteio onde mata um criminoso, em plena luz do dia em Miami, é “repatriado” de volta para a sua terra natal em Harlan. Ao regressar, encontra velhos “amigos” dos tempos de infância e apercebe-se que pouco ou nada mudou desde a altura em que decidiu ir embora. Também é óbvio que a corrupção continua e os bandidos de meia-tigela continuam a dar cartas. Um dos vilões é Arlo Givens, o próprio pai de Raylan que apesar de não ser um grande vilão, é suficientemente irritante para dar uma grande dor de cabeça ao herói da historia.




O vilão principal é Boyd Crowder (Walton Goggins) e tornou-se sem dúvida, a personagem mais interessante de toda a série. Ele mata, rouba, vai preso, encontra a “luz” e decide fundar uma religião. Religião que não passa de uma fachada para encobrir os negócios obscuros desta personagem. Seria de esperar que ele morresse logo nas primeiras temporadas mas a sua importância na história foi crescendo cada vez mais e os autores decidiram criar (e matar) um segundo vilão em cada temporada para justificar a presença continua e insubstituível de Boyd.


Ava Crowder (Joelle Carter) foi a personagem que mais detestei desde o começo. Concordo que uma mulher rodeada pelo mundo do crime tem de fazer o que pode para sobreviver mas muitas vezes ela passou a linha do que seria razoável.

Raylan Givens, Boyd Crowder e Ava Crowder são as três personagens fixas ao longo da serie que fugiam uns dos outros neste jogo do gato e do rato sendo que o combate final foi simpático para todos os lados.

Será que falo do final? Hummm talvez não. Só vos digo que fiquei ligeiramente desiludida. Esperava um grande embate entre Raylan e Boyd que não aconteceu mas se calhar foi melhor assim. Acho que nenhum dos dois merecia morrer mas um bom duelo à moda dos antigos filmes de cowboys fez falta.


sexta-feira, 5 de junho de 2015

The Drop




Título em Português: The Drop: O Golpe
Realizador: Michaël R. Roskam
Argumento: Dennis Lehane
Atores: Tom Hardy, 
Noomi Rapace, 
James Gandolfini
Duração: 106 minutos.
Ano: 2014
Género: Crime/Drama



Sinopse: Bob (Tom Hardy) trabalha no bar do primo Marv. O bar serve de local onde a máfia faz lavagem de dinheiro. Um belo dia, um grupo de bandidos decide roubar o bar antes que o dinheiro seja entregue à máfia mas Bob fará os possíveis para que o estabelecimento onde trabalha fique intacto.

Bob é um homem sério. Apesar do seu passado para lá de duvidoso, agora decidiu entrar na linha e não se meter em sarilhos. Quando estava a caminho de casa, ouvir um barulho e depara-se com um cão abandonado e ferido. Sem saber exactamente o que fazer, pede ajuda à vizinha mais próxima. A jovem tem um passado problemático e o presente não parece melhor. O seu ex-namorado é perigoso e não verá com bons olhos o relacionamento entre a ex e o seu novo amigo.
Sabem quando uma pessoa tenta afastar-se dos problemas e eles parecem correr na sua direcção? É o caso do herói da história.

Gostei: Da historia no geral.

Não gostei: Infelizmente o filme é demasiado lento. Algumas cenas parecem que levam séculos a passar e não se entende o porquê de tanto arrastamento. O filme deveria ter muito mais acção do que tem e só sentimos alivio quando ele finalmente termina.


Pontuação: 6/10

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Man of Thai Chi




Título em Português: O Homem do Tai Chi
Realizador: Keanu Reeves
Argumento: Michael G. Cooney
Atores: Tiger Hu Chen
Keanu Reeves
Duração: 105 minutos.
Ano: 2013
Género: Acção



Sinopse: Tiger é um rapaz que luta por dinheiro. Ao contrário do que o seu mestre sempre lhe ensinou, ele usa as suas habilidades para enriquecer e apercebe-se que está a ir pelo caminho errado.

O templo onde Tiger sempre estudou está em ruinas. Para fazer um conserto urgente, o rapaz precisa de dinheiro. É ao parar nas mãos de Donaka (Keanu Reeves) que ele vai enveredar no submundo do crime. As lutas que ele terá de fazer serão até à morte senão o próximo a ser eliminado será ele.

Gostei: O filme é interessante mas verdade seja dita: ninguém prestaria atenção nele se não tivesse um astro de Hollywood. 
Ver o Keanu como bad boy foi muito engraçado.

Não gostei: Faltou o desenvolvimento das personagens e um diálogo mais interessante.


Pontuação: 6.5/10