quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Storks



Título em Português: Cegonhas
Argumento: Nicholas Stoller
Atores: Andy Samberg
Duração: 1h27 minutos.
Ano: 2016
Género: Animação
Classificação: M/3



Sinopse: As cegonhas costumavam entregar bebés mas agora isso mudou. Agora entregam pacotes por todo o mundo, numa tarefa bem menos penosa do que a anterior. Porém, Junior a cegonha e a órfã Tulip cometem um erro ao usar a antiga maquina para fabricar um bebé. Contra tudo e contra todos, os dois colegas vão ter de fazer esta ultima entrega porque há uma família à espera da criança.

Tulip é uma órfã que está a trabalhar na loja desde sempre. Após um problema com uma cegonha, ela não pôde ser entregue e assim foi ficando até à idade adulta. O chefe Hunter ordenou que Júnior a despedisse se quisesse ser o novo chefe mas a única humana no meio de cegonhas faz uma trapalhice monumental. 

Quando Tulip recebe uma carta de uma criança que quer um irmãozinho, põe a maquina a funcionar, contrariando as ordens do chefe. Afinal, uma encomenda tem de ser sempre entregue! Júnior vê a sua promoção ir por agua abaixo mas junta-se à colega nesta missão perigosíssima.

Gostei: A bebé é fofa e querida e os bonecos são fofos mas…

Não gostei: não é tão engraçado quanto seria de esperar.

Pontuação: 6.5/10

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Fifthy Shades Darker


Título em Português: As cinquenta sombras mais negras
Realizador: James Foley
Argumento: Niall Leonard
Atores: Dakota Johnson
Duração: 1h58 minutos.
Ano: 2017
Género: drama/Romance
Classificação: M/16



Sinopse: Ana está a trabalhar mas não consegue tirar Christian da cabeça. Quando ele aparece, traz consigo todo um passado sombrio que precisa ser revelado se quiser que a relação continue.

Ana está a trabalhar no emprego que tanto sonha. Tudo corre bem até Mr. Grey decidir que quer a jovem de volta. Ela não tarda nada em aceitar mas isso tem um preço: uma antiga submissa de Grey está a rondar e é perigosa. 

O emprego de sonho começa a tornar-se um pesadelo quando o patrão passa a assediar Ana. Nada que o seu fiel protector não resolva, até porque ele é dono da empresa.

Gostei: A banda sonora é melhor que o filme

Não gostei: Faltam muitas coisa para que este filme merecesse mais do que as minhas 6 estrelas. Falta emoção, falta acção e sim, falta sexo (por mais estranho que possa parecer). 

O problema em passar o que está escrito no papel para o ecrã, é que o ponto essencial do livro tem de ser escondido, ou seja, o sexo. Senão isto não passava de um filme b. Ainda assim, o filme poderia explorar mais a relação entre os dois, os traumas de Grey e a luta que Ana trava entre ser independente mas depender do amado.

Pontuação: 6/10

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

The Hateful Eight




Título em Português: Os oito odiados
Realizador: Quentin Tarantino
Argumento: Quentin Tarantino
Duração: 3h 07 minutos.
Ano: 2015
Género: Crime/Drama
Classificação: M/16



Sinopse: John Ruth (Kurt Russell) é um caçador de recompensas e está a levar uma preciosa mercadoria: Daisy Domergue (Jennifer Jason Leigh). A criminosa vale uma boa quantia de dinheiro mas com as condições climatéricas pouco favoráveis, os dois são obrigados a fazer uma paragem na estalagem da Minnie. Pelo caminho encontram o terrivel Major Marquis Warren e Chris Mannix que sonha ser o novo xerife.

Chegam à estalagem e a Minnie não está. No seu lugar, Bob toma conta do negocio. O ambiente é estranho e de repente, a estalagem passa a ter pessoas a mais. No seu todo, oito criminosos estão sob o mesmo tecto e as coisas só tendem a piorar.

Imaginem lutas malucas, cenários surreais e o famoso sangue falso por todo o lado. Temos Tarantino!

Gostei: Toda a gente sabe que os filmes do Tarantino são completamente doidos e eu gosto disso.

Não gostei: mais de 3 horas de filme? A serio, Tarantino…isto não é um filme de bollywood para demorar tanto. 

Pontuação: 8/10


segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Solace




Título em Português: Solace: premonições
Realizador: Afonso Poyart
Argumento: Sean Bailey, Ted Griffin
Atores: Anthony Hopkins
Duração: 1h41 minutos.
Ano: 2015 
Género: Crime/Drama
Classificação: M/14



Sinopse: Um serial killer está à solta e a policia conta com a ajuda de um vidente para encontra-lo. O jogo do gato e do rato começa.

Clancy (Anthony Hopkins) é um “ex-vidente”. Após a morte da filha, resolveu por o seu dom em descanso e agora vive isolado. Quando Joe vai procura-lo, o caso é sério. Um serial killer chamado Ambrose (Colin Farrell), está a espalhar o terror e ninguém consegue pará-lo. Só com o dom de Clancy que consegue ver as coisas antes de acontecerem, é que a esperança pode surgir. O que ninguém sabe é que Ambrose está sempre um passo à frente da policia e ele anseia pelo frente-a-frente com o vidente. 

Ter Colin Farrell e Anthony Hopkins no mesmo filme, é um sonho para mim. Muita gente torce o nariz quanto aos dotes cénicos do Farrell mas não é o meu caso. 

Gostei: O filme tem tudo o que se pode esperar de uma película de acção e com o toquezinho sobrenatural, as coisas ficam mais interessantes.

Não gostei: Nada em especial.

Pontuação: 8/10


sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Me before you




Título em Português: Viver depois de ti
Realizador: Thea Sharrock
Argumento: Jojo Moyes
Atores: Emilia Clarke
Duração: 1h 50 minutos.
Ano: 2016
Género: Drama/romance
Classificação: M/12



Sinopse: Will está numa cadeira de rodas depois de um acidente. Lou que perdeu recentemente o emprego no café onde trabalhava, não tem grandes ofertas de trabalho. Apesar de nunca ter lidado com uma pessoa naquele estado, o dinheiro faz falta e Lou arrisca trabalhar num novo local. Afinal, não deve ser assim tão difícil limpar e arrumar as coisas de uma pessoa que mal pode se mexer, certo?

Will está revoltado por estar tetraplégico. Até há bem pouco tempo ele tinha uma carreira de sonho, uma linda namorada e gostava de desportos radicais. Tudo isso mudou quando um dia foi atropelado por uma mota. Agora precisa de um assistente para ajudá-lo nas tarefas mais básicas. 

Louisa (Lou para os amigos) é uma rapariga normal. Não fosse a sua roupa extravagante, passava completamente despercebida. A sua vida era boa e rotineira. Sabia até de cor quantos passos dava entre casa e a paragem de autocarros. Quando foi demitida do café onde trabalhava, ficou perdida. O seu mundo banal tinha desabado e ainda por cima era o único sustento de casa.

Will, apesar de estar numa cadeira de rodas, ensina Lou a pensar fora da caixa porque o mundo é muito mais do que alguns passos de casa ao trabalho. Lou ensina Will a aproveitar a vida apesar de estar numa condição complicada. Os dois complementam-se mas Will quer mais. Recusa-se a aceitar aquele tipo de vida e não aceita que a jovem perca o seu tempo quando tem todo o mundo para descobrir. 

Gostei: É um filme fofo e querido.

Não gostei: do final.

Pontuação: 8/10