terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

The Master




Título em Português: The Master – O Mentor
Realizador: Paul Thomas Anderson
Argumento: Paul Thomas Anderson
Atores: Joaquin Phoenix
Philip Seymour Hoffman
Amy Adams
Duração: 144 minutos.
Ano: 2012
Género: Drama

Sinopse: Após o fim da guerra, Freddie Quell (Joaquin Phoenix) regressa a casa mas não sabe o que fazer. Todos os trabalhos que ele experimenta não dão certo devido á sua inadaptabilidade. Um belo dia, acorda num barco “comandado” por Lancaster Dodd (Philip Seymour Hoffman), um homem tão estranho quanto curioso que fará os possíveis para que Freddie junte-se á sua “Causa”. 

O que dizer da personagem de Joaquin Phoenix? Que ele é um homem perturbado? É. Que ele é violento? Também. Que ele é um tarado sexual? Pode-se dizer que sim. Mas aonde é que isso nos leva durante duas horas? Quem espera uma interpretação brilhante do nosso Phoenix não ficará decepcionado mas um guião incompleto não faz milagres por melhor que seja o actor. Seria de esperar um desenvolvimento mais profundo da personagem. Tudo o que podemos saber é que Freddie tem um historial de doença mental na família (a mãe está internada num hospício) e talvez isso ajude a explicar a sua incapacidade para agir como uma pessoa normal. Mas o que é que Dodd poderá fazer por esta alma perdida? Segundo ele, tudo está explicado na teoria de que ninguém é o que é pelos problemas desta vida, mas sim de um conjunto de experiencias de vidas passadas. Então a sua “causa” resume-se em curar as doenças (até mesmo algumas formas de leucemia) através de regressão. Problema resolvido! Mas será que Dodd terá capacidade suficiente para levar Freddie ao “seu” caminho? 

Gostei: Dizer que Phoenix é brilhante já toda a gente sabe e este filme só vem a comprovar isso. 

Não gostei: Do desenrolar da história principalmente na última meia hora…
Da falta de um rumo para a personagem principal. 

Pontuação: 7/10

1 comentário:

  1. Honestamente nao sei o que falar... nao me excitou nem um pouco , nem mesmo o facto de dizeres k o Phoenix vale a pena... Not my type of movies...

    ResponderEliminar