terça-feira, 26 de setembro de 2006

Running Scared

Titulo em Português: Medo de Morte
Dirigido e escrito por: Wayne Kramer
Actores: Paul Walker
Cameron Bright
Vera Farmiga
Karel Roden
Duração: 122 minutos.
Ano: 2006
Site oficial: Running Scared

Ora aqui está um filme que é difícil descrever não só pela história em si, mas principalmente pelo modo com que se desenrola.
Tudo começa quando uma quadrilha de bandidos é apanhada em flagrante por agentes policiais disfarçados de bandidos. Tiro para aqui e tiro para ali, e os polícias acabam sendo mortos. Para o crime ser perfeito, é necessário esconder a arma e por isso contam com a ajuda de Joey (igualmente agente infiltrado mas eles nem desconfiam).
Joey chega a casa e esconde o revolver num sítio aparentemente perfeito (não fosse o filho e um vizinho amigo estarem a brincar lá escondidos). O tal miúdo chamado Oleg, leva a arma para casa e atira no padrasto bêbado e malvado porque fica cansado de ver a mãe sendo espaçada e maltratada por aquele homem.
Ao ouvir os tiros, Joey corre para casa do vizinho tentando ver o que está a acontecer mas fica chocado quando percebe que desta vez a vitima tinha sido o malfeitor e pior que isso, a arma usada foi tirada de sua casa.
É assim que começa uma corrida contra o tempo para encontrar a pistola prateada que dá um azar danado a quem a usa.
O filme é complicado porque enquanto Joey percorre as ruas da cidade durante a noite, deparamo-nos com prostitutas sendo agredidas pelos chulos, crianças sendo levadas para uma casa pedófila e um gang mafioso onde matar é a coisa mais comum do mundo.

É um filme violento mas acima de tudo levanta muitas questões que mexem com a moral e fazem ver de vários prismas, o que é certo e o errado.
Será que é perdoável matar outro ser humano? Mas será que quem usa e abusa de crianças merece viver?

O ponto positivo deste filme foi a minha descoberta do lindíssimo actor que é Paul Walker. Para quem não está a ligar o nome á pessoa, é também um dos actores de “The fast and the Furious”. Confesso que não vi o filme de corridas de carros devido ao tema não me interessar minimamente, mas da próxima vez que Mr. Walker aparecer em letrinhas gordas no ecrã vou pensar duas vezes.





Pontuação para este filme:

4 comentários:

  1. Olá Ana S.
    Pelo que descreves trata-se de um filme violento mas que nos leva a reflectir sobre o bem e o mal em situações extremas. Não gosto muito de filmes violentos a não ser que me coloquem questões desta natureza sobre o comportamento humano.
    Quanto ao senhor Paul Walker que aqui apresentas... vou passar a ficar atenta...lol
    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Com o Paul Walker e só dás 5? Agarrada...

    ResponderEliminar
  3. Já não vou largar este blog minha amiga. Um viciado em cinema como eu, desde sempre, não pode ignorar este belo cantinho. Virei aqui "aconselhar-me". Um beijinho

    ResponderEliminar
  4. Adorei as escolhas parabens ,muito bem descrito de uma forma bem afavél para descomprimir fz

    ResponderEliminar