quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Finding Dory



Título em Português: À Procura de Dory 
Realizador: Andrew Stanton, Angus MacLane
Argumento: Andrew Stanton
Duração: 1h 37 minutos.
Ano: 2016
Género: Animação
Classificação: M/6



Sinopse: Dory é um peixe com memória curta e isso põe-na em sarilhos. Um belo dia, perde-se dos pais e precisa iniciar uma busca para encontrá-los.

O grande sucesso de “À procura de Nemo” fez com que os seus criadores achassem bom fazer um filme baseado na amiga do peixe-palhaço. Dory é uma personagem engraçada. A sua falta de memória torna-a um alvo fácil para os predadores e uma grande confusão para os seus amigos. Por mais que tentem levá-la ao encontro dos pais, a tarefa torna-se complicada quando Dory perde-se também dos seus amigos.

Gostei: O filme é engraçado e entretém. 

Não gostei: a falta de memória de Dory que no começo é engraçada, acaba por tornar-se monótona.

Pontuação:7 /10

9 comentários:

  1. Está de volta <3 Estas análises andavam desaparecidas :) Agora é pra ficar e continuar? Bom regresso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Daniel.
      Não sei é para ficar mas por enquanto estou bem por aqui. :) Vamos ver como vai correr este ano mas já tenho alguns filmes que quero mesmo ver. Cheira-me que vai ser um ano de bons filmes!
      As actualizações dependem muito da quantidade de filmes que vejo e verdade seja dita, nem todos valem a pena sequer de serem referidos.

      Bom fim de semana.
      Beijos

      Eliminar
    2. Ok, contudo discordo com a última parte. Acho importante de falar sobre todos os filmes que vemos, mesmo os que odiamos eheh. Bem vinda, se está bem por aqui continue que eu venho cá ler.

      Eliminar
    3. ah sim, alguns filmes de tãooo maus têm de ser falados mas outros são tão insignificantes que acabo por esquecê-los assim que os vejo. Tenho memória de Dory ahahaha
      Volte sempre!

      Eliminar
    4. Ahah, é bem verdade. Mas tipo quais? :p Voltarei.

      Eliminar
    5. O "os 33" sobre os mineiros do Chile que já coloquei aqui e ainda está ali na lista em cima dos populares. Não é que o filme seja mau mas num espaço confinado não se pode esperar grande coisa. Pensei que teria mais emoção e desespero do que teve.
      O "debug" com o jason Momoa que não falei aqui é fraquinhooo,

      O diablo com o scott eastwood é fraquinhoooo,

      o Everly com a Salma hayek é do mais parvo que pode haver e já agora o tão aclamado Hunger com o Fassbender que foi gabado (pelas poucas pessoas que o viram) achei fraquinho. Ah o Joy com a Jennifer Lawrence que até esteve nomeado para os oscares achei fraquinho demais.

      Humm...pensando bem, se calhar vou falar deles sim ahahaha ;)

      Eliminar
    6. Eu o "Joy" foi o único que vi dessa lista, dei-lhe quatro estrelas em cinco. Gostei bastante, conheci melhor o mundo das televendas e passei a não odiar televendas como fazia e agora até vejo algumas lol.
      33 não vi, nem devo ver porque apesar da história ser poderosa o filme não me puxo.
      O Debug, o Diablo e o Everly não vi pois nem se quer estrearam nos cinemas e nem sabia que eles existiam e se calhar até estão em DVD ou VOD.
      O Hunger não vi ainda, mas porque o realizador não me puxa.
      Eu tenho várias análises com filmes com uma estrela "Inherent Vice" e o "Mekong Hotel" que estrearam nos cinemas em 2015 são tão maus, o segundo então põe qualquer um a dormir e só tem uma horita.

      Eliminar
    7. Ainda bem que gostou do joy. Eu achei muito sem sal mas é porque gosto de outro tipo de filmes, principalmente terror e acção ehehe.
      O Debug com o Jason Momoa está no youtube. É só escrever "debug full movie".
      O diablo também. É bom para quem quer ver se o filho do clint eastwood tem tanto talento quanto o pai.
      E o Everly também está lá.
      Escusado será dizer que nenhum desses filmes está legendado em português mas se tiver um nível razoável de inglês consegue entender tudo na boa. Quanto à qualidade da imagem, não é da melhores mas quando tem mesmo de ser, fazemos o sacrifício lol

      Eliminar
    8. Pois :) Eu costumo ver mais filmes que estreiam nos cinemas em Portugal, alguns que saem em DVD ou VOD.

      Eliminar