quarta-feira, 16 de maio de 2007

The Painted Veil

Titulo em Português: O Véu Pintado
Dirigido por: John Curran
Escrito por: Ron Nyswaner
Actores: Naomi Watts
Edward Norton
Liev Schreiber
Duração: 125 minutos.
Ano: 2006
Site Oficial: The Painted Veil
Género: Drama/Romance

Uma mulher de família tipicamente inglesa (Kitty), cansada de ser criticada por viver ás custas dos pais porque ainda não tem marido, decide casar com um jovem bacteriologista (Walter) apaixonado por ela.
Após o casamento, partem para a china onde ele foi destacado para trabalhar, e os dias passam numa monotonia constante pois o esposo dedica-se afincadamente a analisar bactérias. Claro que isto não corre bem e ela trai o marido com o primeiro inglês bonitão que vê. Quando ele descobre, dá-lhe duas opções: ou divorcia-se dela acusando-a de adultério (coisa vergonhosa no principio de 1920) ou então partem para o local onde a cólera vitima milhares de pessoas pondo a vida dos dois em risco. Kitty não gosta de nenhuma das opções e vai ao encontro do amante na esperança que ele a amasse e fosse embora com ela. Isso obviamente não acontece, e quando chega completamente desolada a casa, tem as malas prontas para partir.
A viagem penosa de vários dias é apenas o primeiro castigo pela infidelidade. Agora estavam numas montanhas bem longe do que restava da civilização e a cólera espreita a cada esquina.
Depois de ficarem alojados numa casa modesta, recebem a visita de outro inglês que rapidamente torna-se amigo de confiança.
Novamente os dias passam sem que aconteça nada de novo. Walter vai trabalhar, ajudando o povo que muitas vezes se revolta contra ele devido aos sacrifícios necessários para que a doença não mate toda a população. No hospital conduzido por freiras, a sua ajuda é preciosa e apesar de ser apenas um bacteriologista, age como medico tentando fazer o melhor que pode.
Só depois de ver que ficar em casa sem fazer nada e não ter ninguém com quem falar pode ser terrivelmente aborrecido, ela visita o hospital onde finalmente pode prestar para alguma coisa.
Centenas de crianças ficaram órfãs devido á epidemia e como forma de passar o tempo, decide dar aulas de música.
É assim que convivendo com o marido no mesmo local, vê que ele é um bom homem, que lida bem com crianças e ajuda quem verdadeiramente necessita e dá-se conta que está pela primeira vez desde que o conheceu, apaixonada por ele.
Porem, a aproximação não é fácil porque Walter se isola na montanha de papéis de estudo enquanto ela fica a falar para as paredes.
Uma bela noite com copos a mais, os dois decidem ceder e têm uma noite de amor.
Tudo seria perfeito se o marido não estivesse já infectado com a doença.

Pontuação para este filme (de 0 a 10):

4 comentários:

  1. Querida Ana S.:
    Um filme a não perder quer pele enredo quer pela tua pontuação...
    "Amor é coisa de loucos..."
    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Abri há pouco a janela
    do meu quarto minguado,
    entrou o vento
    soprando forte
    trazendo uma trova
    e uma canção
    com um refrão tão triste
    que diz
    que nunca mais te encontrarei.

    Parti como um louco,
    gemendo e chorando
    e à tua porta bati.
    Apareceste-me
    bela e singela
    com a tua leve candura
    na face tinhas a lágrima da
    desventura.

    Soltei um grito de pânico,
    que atravessou o oceano
    e num rochedo fez eco
    levado pelos anjos
    que partiram para sempre.

    Grito agudo e
    lancinante
    que transporto sempre no peito
    deixando amargas liras
    e a saudade de te ver.
    Perdi-te meu AMOR.

    Meus amigos e amigas: Aceitai o medo como que ele faça parte integrante das nossas vidas. Aceitai-o, mas não tenhais receio de AMAR. Aceitai especialmente o medo da mudança, mas saibamos caminhar sempre em frente apesar do bater do nosso coração nos lançar um grito lancinante como que a dizer: VOLTA PARA TRÁS!
    As trevas da noite caem, mas a manhã volta de novo ainda mais brilhante.
    Manteremos viva a nossa ESPERANÇA.

    Com especial carinho para ti, dedico este meu poema.

    Sou um GUERREIRO LOBO que habita as paragens das caçadas eternas do bosque da felicidade, o "nosso" :

    http://lusoprosecontras.blogspot.com

    Vinde até ele ouvir a minha história. É uma história de um Povo, e o Povo é simples como eu.

    Deixo-te aqui, neste teu cantinho maravilhoso, um grande abraço de Amizade.

    SANDOKAN

    ResponderEliminar
  3. Caro(a)s Bloggers,


    A NEGRA TINTA EDITORIAL tem o grato prazer de lançar a obra “CÂMARA ESCURA (revelação), do poeta Joaquim Amândio Santos, com prefácio de António Lobo Xavier.

    Sendo esta obra mais um trabalho nascido de um escritor cuja carreira foi lançada na blogosfera, a exemplo das edições previstas e possíveis no futuro próximo desta editora, será importante contarmos com a honra da presença de bloggers nas diversas acções de lançamento da obra.

    Nesse sentido, solicitávamos indicação de morada ou preferência por receber o convite por mail para negratinta@gmail.com, bem como qual dos eventos escolhem para nos honrar com a sua presença.

    Lançamento e Apresentações:

    31 de Maio Funchal
    8 de Junho Penafiel
    14 de Junho FNAC Norteshopping, Porto
    28 de Junho FNAC Chiado, Lisboa
    5 de Julho FNAC Coimbra


    Aproveitámos ainda para solicitar que qualquer manuscrito que entendam colocar à consideração desta editora para possível publicação, seja enviado por este mail, ao meu cuidado, estando previsto editarmos até 4 obras, nascidas na blogosfera, até Março de 2008.

    Saudações Literárias,

    Nélia Maria Pereira
    Edições e Comunicação
    NEGRA TINTA EDITORIAL

    ResponderEliminar
  4. Estou de acordo, as representações e as paisagens são muito boas, no entanto o filme poderia estar melhor. Quem conviveu com a cólera de perto sabe que aquilo é assim mesmo, é tão voraz que ceifa famílias inteiras num piscar de olhos É uma visão aterradora, que nos deixa completamente impotentes, insignificantes. É impressionante como uma bactéria (Vibrio Colerae) pode ser assim tão mortífera, para cúmulo para prevenir a contaminação basta bebermos água desinfectada/limpa, confeccionarmos só com alimentos previamente tratados e ter uma boa higiene pessoal.
    JPVale

    ResponderEliminar